Contos Verídicos no Face
Aumente teu Pênis
Faça Sucesso
Categorias

Clube dos prazeres

Disque sexo

Conto enviado por: E. e M.

Sou uma menina muito aberta, gosto de falar sobre todos os assuntos e gosto muito de curtir a vida. Tenho uma amiga assim como eu, acho que por isso nós vivemos juntas.

Bem, irei fazer uma descrição minha e de minha amiga, meu nome é Fernanda, conhecida pelos, mas íntimos como Nanda, tenho cabelo preto e longo, pele branca, mas bronzeada, olhos castanhos claro e lábios um pouco carnudos, seios pequenos e durinhos, a bundinha é redondinha e arrebitadinha, não tenho barriguinha, mas também não me mato em academia apenas cuido de minha alimentação e gosto de correr todas as manhãs.

Minha amiga se chama Camila, ela é branquinha pois não consegue bronze já que fica vermelha se quando exposta muito tempo ao sol, tem olhos castanho esverdeado e cabelos castanho claro com mexas loiras, e bem comprido, seus lábios são pequenos , mas chamam atenção pois são lindos,  seus seios são maiores que os meus, seus biquinhos mais puxados para o rosa e pequeninos, tem o bumbum grande e chama muita atenção.

Era uma manha de verão e como sempre nas férias aproveitamos que o dia estava lindo para ir ao clube. Chegamos lá e fomos direto ao banheiro para trocar nossas roupas, eu coloquei meu biquíni branco com desenhos azuis e vermelhos. Já a Mila que é como chamo minha amiga estava com biquíni rosa choque bom bolinhas brancas.

Como era cedo o clube estava vazio, nos deitamos na espreguiçadeira e ficamos pegando o solzinho, não demorou muito e as pessoas começaram a chegar e fomos para a água. Ficamos nadando até próximo a hora do almoço. Saímos da água e nos enrolamos em nossas cangas e fomos ao restaurante do clube. Ao chegarmos percebemos que tinham dois garotos que não tiravam os olhos da gente, pareciam quererem nos comer com os olhos, ficamos um pouco incomodadas com isso mas deixamos pra lá.

Depois de descansarmos voltamos a piscina, desta vez percebemos a presença dos meninos na água, não ligamos e entramos na piscina.

Os garotos não demoraram pra puxar assunto com a gente e demos trela já que pareciam ser legais, nadamos juntos e curtimos as brincadeiras até que em certo momento o mais velho deles começou com brincadeiras de passar por baixo de nossas pernas, percebi que em uma das passadas ele passou algo em minha bucetinha, tentei não demostrar o constrangimento pois imaginei que foi sem querer. Um erro meu claro…

Logo ele estava passando novamente mas desta vez ele não passou, mas acariciou minha bucetinha, aquilo ao mesmo tempo me irritou e deixou com tesão, era uma situação perigosa, estávamos em um local publico e alguém poderia ver e também nem o conhecia direito, mas ao mesmo tempo isso me provocava, sempre tive curiosidade de transar com uma pessoa que mal conhecia. Acho que foi nesta hora que o amigo dele percebeu o que estava acontecendo e resolveu não perder a oportunidade de ganhar a Mila. Ele a abraçou por trás e pelo que percebi enquanto beijava levemente seu pescoço ele passava a mão em seu corpo. Mila estava com uma cara de assustada, mas em seguida olhou pra mim e deu uma piscadinha, o sinal que usávamos pra dizer que iriamos aprontar. Nos soltamos dos meninos e dissemos que iriamos ao banheiro.

Ao chegar lá a primeira coisa que ela falou foi:

- Amiga, esses carinhas são uns gatos, mas são bem abusados também né?

- Eu também achei eles meio ousados, mas sei lá amiga, fiquei um pouco interessada na brincadeira, onde será que isso vai acabar?

- Onde você acha? No lugar de sempre amiga?

- Claro, vamos para o nosso cantinho.

Claro que vocês não entenderam o que estávamos pensando, bom, aqui no clube temos uma turma de amigos e algumas vezes a gente acaba ficando claro, e quando isso ocorre algumas vezes acabamos transando também, então tem uma parte no clube que a turma do nosso grupo chama de motel, mas na verdade não passa de um quiosque onde se tem as churrasqueiras, quando não estão sendo utilizadas elas ficam com os toldos abaixados ficando então escuro e com privacidade.

Saímos do banheiro e chamamos os meninos. Falamos que estávamos cansadas de ficar na aguá e que gostaríamos de dar uma volta pelo bosque do clube. É claro que eles entenderam que isso era uma desculpa para irmos ao um lugar mais reservado, mas eles nem imaginavam o que iria acontecer.

Andamos pelo bosque e os meninos ficaram atirados, ficavam nos provocando com passadas de mãos, beijos no pescoço e por ai vai, mas eles não tinham bem a pegada, Bom, depois conversando com minha  amiga chegamos a conclusão de que com certeza eles eram totalmente inexperientes, mas voltando ao assunto, logo percebemos que eles não tinham aquela pegada que normalmente os homens tem que deixam as mulheres doidinhas, então conseguimos enrolar os meninos e leva-los exatamente onde queríamos. Ao chegar perto das churrasqueiras falei:

Nossa, nunca percebi que tinha essas churrasqueiras aqui, vamos quero ver como são.

A Mila sorriu pra mim e me seguiu, os garotos vieram atras meio desaminados pois acharam que não iam conseguir nada.  Assim que entraram já fomos agarrando eles, estava um pouco escuro, mas conseguíamos ver uns aos outros. Mila já tinha agarrado o mais novinho deles e estava beijando loucamente ele enquanto pegava no pau do carinha, eu estava ajoelhada pegando naquela rola que já estava dura. Pelo que percebi os meninos estavam assustados, não estavam esperando essa atitude nossa, mas vamos deixar claro aqui para vocês leitores, gostamos muito de curtir a vida então, sempre transamos juntas inclusive uma com a outra, então somos bem putinhas na cama, ainda mais pegando dois gatinhos cabacinhos ainda. Quando puxei a bermuda do menino vi aquela rola saltando pra fora mirando meu rosto. Não era muito grande, um pouco grossa, quando coloquei aquela rola em minha boca senti ela pulsando, fiquei chupando aquele pau enquanto o menino acariciava minha cabeça. Passava a mão em seu corpo pois já estava com muito tesão. Mila fazia o mesmo que eu só que o carinha que ela estava chupando estava deitado sobre a mesa e pela sombra do pau dele parecia ser maior, Conseguia ver a sombra do rosto de minha amiga subindo e descendo da rola do carinha.

O rapaz que eu estava chupando começou a respirar mais forte, sabia que logo ele iria gozar então parei de chupar pois não queria apressar tudo. Deitei e mandei o carinha me chupar. Ele prontamente desamarrou meu biquíni deixando meus seios e minha bucetinha amostra. Começou uma chupada meio desajeitada, mas logo foi pegando o jeito pois quando ele fazia certo eu gemia para mostrar que estava bom. Quando ele colocou a linguá em minha bucetinha foi demais, ele lambia tudo, os lábios, o clitóris, parecia mais um esfomeado com um prato que estava prestes a comer. Aquilo estava muito gostoso, depois de muita chupada senti meu gozo chegando, meu corpo se contraia de prazer,  Mila que não gosta de perder tempo já estava colocando a camisinha que a gente sempre carregava em nossas bolsas por não saber o que o dia iria nos proporcionar. Bom quando vi minha amiga subindo na mesa e encaixando aquela rola em sua bucetinha fiquei completamente doida de tesão, puxei minha bolsa pegando a camisinha, empurrei meu macho para poder me levantar e ajoelhei em sua frente, tirei a camisinha da embalagem e encaixei na cabecinha de seu pau e terminei de colocar com a minha boca, fiquei então de quatro no banco com os peitos apoiados na mesa e pedi para ele me fuder de quatro. Ele tentava encaixar o pau na binha bucetinha porém tinha um pouco de dificuldade, então peguei aquele pau e encaixei e ele meteu de uma vez só. Nossa isso me deixou maluca, enquanto ele metia eu rebolava naquele pau, doía um pouco acho que pela grossura, não pelo tamanho.

Mila gemia muito, pelo jeito o carinha estava metendo gostoso nela. Sempre achei que ela gostava mais de pica do que eu se bem que isso é meio complicado. Aquela rola me deixava doida, mas queria saber porque minha amiga gemia tanto. Depois de muita meteção pedi para meu macho trocar com seu amigo. O pau do mais novinho era realmente maior, não era apenas impressão, ele me colocou de quatro e começou a esfregar o pau na entradinha da minha bucetinha, quando ele foi encaixar pedi pra ele colocar no cuzinho.

Acho que o menino não acreditou na sorte dele, ficou meio que esperando pra ver se eu ia falar que ela brincadeira, mas como não falei ele colocou na entradinha e foi metendo devagar, senti aquela pica entrar inteira no meu cuzinho que piscava de tesão, ele encaixou completamente e começou metendo devagar. Falei pra ele que gostava de força então ele mandou ver, Bombava muito meu cuzinho enquanto eu esfregava a minha mãozinha em minha xana, gozei algumas vezes me esfregando e não demorou muito o rapaz tirou o pau de meu cuzinho, arrancou a camisinha enquanto eu ficava ajoelhada, então senti o primeiro jato de porra vindo direto em meu rosto, sujando meu cabelo meus seios. Acho que  o rapaz mais velho viu a gente fazendo isso e quis o mesmo, minha amiga ficou na mesma posição e fui me ajoelhar ao lado dela. O cara gozou muito, mas muito mesmo, quanto terminou o rosto de minha amiga estava escorrendo muito, nos olhamos e rimos e para terminar nossa brincadeira nos beijamos.

Nos levantamos e lavamos nossos rostos e limpando onde mais tinha voado porra e fomos saindo. Os meninos vieram atras quando demos o fora neles. Já tínhamos conseguido o que procurávamos, estávamos com tesão ainda, e iriamos procurar novas vitimas para curtir já que mesmo tendo uma transa maravilhosa com os dois ainda não havia nos saciado, apenas aguçado nossas vontades.
Voltamos a piscina para tirar o cheiro do sexo e quem sabe…

Bom, esse foi o relato, apenas o inicio de um dia maravilhoso que teria ainda muito mais diversão.

Gostamos de escrever, espero que tenham gostado.
Edu e Mari

4 Comentários para “Clube dos prazeres”

  1. Carlinhos Says:
    MUITO BOM !!!!!!1 MACHO.BR.381MG@HOTMAIL.COM
  2. gatinha tarada Says:
    otimo muito boun
  3. Tutu Says:
    Adorei nossa que delicia,q tesão de conto,nota mil!!!
  4. Jel Says:
    gostei muito deu o maior tesão… meu pau estar latejando muito…

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing