Contos Verídicos no Face
Publicidade
Produtos Originais
Categorias

Comi a minha priminha de 16 anos

Disque sexo

Não. Não se trata de pedofilia! Eu tinha a mesma idade que ela, 16 anos, naquela época. E éramos priminhos bem unidos e amigos, desses que brincam de médico e tudo mais. Lembro que, naquela altura da vida, eu era o maior tocador de punheta da turma. Não podia ver uma propaganda de sutien nas revistas; não podia olhar uma saia mais curta de uma menina: não podia ver um joelho de uma senhora bem comportada, sentadinha. O pau subia e eu corria pro banheiro.

Era tão safado, mas tão safado que cheirava as calcinhas das minhas irmãs na hora da punheta. Exalava aquele cheiro de buceta forte e a gozada ficava ainda mais sensacional. E lembro também que já não era mais virgem. Perdi o “cabaço” num cabaré, com uma puta gordinha, que me cobrou alguns trocados e depois passou a me dar sem pedir nada em troca.

Mas a minha prima Carmem era o maior tesão. Branquinha, meio ruivinha, carinha cheia de sardas, toda empinada, com uma bunda pra lá de provocante. Já disse que a gente brincava de médico e, invariavelmente, eu preferia ser o “paciente”. Era uma coisa meio estratégica, de ambas as partes. Eu ficava deitado, fingindo uma dor na altura do estômago, e ela me apalpava com delicadeza e me deixava de pau duro. Nunca tocava no meu pau, mas percebia a minha excitação e as vezes dava pra  notar que estava com água na boca.

Mas certa vez, o pai dela, um sujeito metido a sério que trabalhava com contabilidade, viu de longe essa brincadeira e ficou desconfiadissimo. Proibiu que brincássemos de médico e pôs a empregada  para nos vigiar.

Aquilo foi realmente um tira-tesão, mas serviu também para precipitar a nossa primeira trepada. Sentíamos muita falta daquela pegação. Nunca falamos abertamente sobre sexo, mas o fruto proibido passou a ser uma obsessão para aqueles dois adolescentes.

Um dia (e sempre tem “um dia”nessas histórias, já reparou?), cheguei na casa dos meus tios e soube que todos estavam viajando. Minha prima Carmem estava sozinha com a empregada, que deveria sair pra escola a qualquer momento.  Notamos que ela ficou preocupada com a minha chegada. Havia recebido ordens expressas para vigiar o casal de priminhos safados. Então fingi que ia embora e fiquei de longe, esperando o sinal verde pra voltar.

Da esquina, de dentro de uma padaria, acompanhei os passos da empregada que logo, logo foi pra sua aula, por volta das 18h30, já escurecendo. Acho que já estava de pau duro quando voltei correndo para os braços de Carmem. Pulei o muro e entrei pela porta da cozinha. Carmem estava no quarto, deitada, só de camiseta, fingindo dormir.

Sabia que não estava dormindo. Sabia que estava esperando por mim, mas decidi entrar no jogo daquela safadinha. Deitei-me ao seu lado e comecei – com combinar nada – a “brincar de médico” com ela. Desta vez, ela era a “paciente” que aceitava, inerte, ser apalpada pelo “doutor”.

Passava delicadamente uma mão pelos peitinhos de Carmem e outra no meio de suas pernas. Lembro perfeitamente o quanto ela estava com a buceta quente e molhadinha. Aquilo era um verdadeiro convite. Descobri naquele dia, naquele momento, que uma buceta molhada tem proporcionalmente o mesmo estado de excitação de um pau duro.

Carmem gemia baixinho, mas mantinha os olhos fechados. Havia um misto de tesão e de timidez. Brincamos a vida inteira de sexo, fingindo brincar de médico, entende? Tínhamos um enorme tesão um pelo outro, mas nenhuma coragem para admitir esse sentimento.

A certa altura, estávamos completamente despidos naquele quarto escuro. Naquele dia, aconteceu o nosso primeiro beijo. Um beijo tão inesquecível quanto definitivo. Sim, porque, enquanto nos beijávamos, Carmem apertou meu pau entre as coxas e começou a soluçar. Não deu 30 segundos e gozamos juntos. Foi uma coisa muito maluca, porque ficamos muito envergonhados depois de tudo. Enquanto ela procurava limpar as pernas e recolher os lençóis, eu me vestia atabalhoadamente com vontade de sumir dali e só voltar quando tudo estivesse em seus devidos lugares.

Depois daquilo tudo, nossa relação entrou em crise por alguns meses, mas depois voltamos a nos encontrar. Diria que aprendemos a a fazer amor um com o outro. Hoje Carmem é uma mulher casada (bem casada, diga-se) e eu também.

Lembrei-me dessa história porque soube que ela vem passar uns dias na minha cidade. Decidi contá-la, na esperança de poder postar aqui, em breve, mais um capítulo. Passados tantos anos, nem sei como ela está fisicamente, mas gostaria de poder recordar tudo isso  com ela.

E (quem sabe?) comê-la de novo.

E (quem sabe?) contar os detalhes aqui pra vocês.

35 Comentários para “Comi a minha priminha de 16 anos”

  1. joao Says:
    acc ai
  2. anninha Says:
    legallllllll
  3. daniel Says:
    fraca
  4. gatinha tarada Says:
    frakinha mas me deu tesao
  5. giulianoamaro Says:
    porra,o cara disse que queria come-la de novo como ele fez isso em trinta segundos.So se for parente de um coelho kkkkkkk…..
  6. Renato Says:
    Gostei muito, lembro-me quando comi minha prima, nós eramos jovens e eramos como unha e carne. As primas que se cuidem…
  7. evaldo.coelho@hotmail.com Says:
    eu tambem ja tirei o cabaço de 3 primas minhas é uma delicia ai quem quiser me add fique a vontadeum abraço a todos
  8. Carcara50 Says:
    30 segundos… é possível sim. Depende do estado da tara.
  9. htoolhoscordemel@hotmail.com Says:
    Aff, mas tu nem contou como comeu ela, da proxima conta o final da aventura parceiro.
  10. paula Says:
    Muito fraca gosto d historia d pegadas chupadas hum d tesao
  11. Renildo Says:
    Add aí meu orkut
    chorysanguebom@hotmail.com “orkut”
    reninenem@hotmail.com “msn”
    quero ver se vcs são danadas mesmo
    pra me deixar daquele jeito
    Beijoss e até ++++++++++++++
  12. Casanova Says:
    Fraquinho, embora admire quem tem coragem de conta , como inicia prima,sobrinha …Eu mesmo íníciei minha sobrinha Isa…Um di acrio coragem e conto pra vcs como foi…
  13. novinhagostosa69@hottmail.com Says:
    Q deliÇiAAA, qUem QuisEr quE eu Deixe excItado viRtuaLmente, add ai: novinhagostosa69@hottmail.com
  14. robert Says:
    queria mesmo era colocar na xaxinha da paula
  15. afz Says:
    ja tirei cabaço de uma prima minha tbm mais minha prima e moreniha bucetinha rosadinha e maior bundaum comi em um niver de kinse anos
  16. ana maria rosa Says:
    Esta história é verdadeira e traz um lirismo muito grande! ah! como são boas esswas lembranças da puberdade!. Apenas um conselho. Não conte a sua prima. Irá se desfazer todo esse encanto. Fiquei molhadinha só de ler! adoro pau nas coxas! Ana Maria
  17. Reginaldo Says:
    Esse conto me fez lembrar quando trepei e quebrei o cabaço da minha prima de 15 anos, na época eu 18 anos, ela era baixinha, peituda, uma delicia de menina, hoje é casada e quando tenho oportunidade ainda trepo com ela que liga para o corno com meu pau na sua xoxota.
  18. Anonimo Says:
    Na verdade você apenas gozou nas pernas dela e não a comeu
  19. stanley Says:
    gozar nas coxas naumm é comerr !!
  20. JESSICA Says:
    eu tinha um primo mto gostosa eu era louca pra dar pra ele, ele tambem me comia com os olhos, mas ano passado ele faleceu num acidente de moto. e infelizmente num deu tempo
  21. JESSICA Says:
    eu tinha um primo mto gostoso eu era louca pra dar pra ele, ele tambem me comia com os olhos, mas ano passado ele faleceu num acidente de moto. e infelizmente num deu tempo
  22. touro Says:
    um bom conto. iremos comer bastante. abraços
  23. vivy Says:
    Frakinho eu ja dei pra um primo ele era gostosinho
  24. Jacinto Says:
    To afim d comer uma mulher d vicosa e regiao. Me add e vms marcar
  25. Jacinto Says:
  26. Renato Says:
    Cara lembrei-me de minha prima, comi até seu cuzinho gostoso qdo brincávamos de papai e mamãe!
  27. Careca Says:
    O comentario da jéssica foi o melhor. kkkkkkkkkkkkkk

    Jéssica, da próxima vez não pense duas vezes, de logo essa perseguida!!! Antes que o vivente morra. kkkkkk

  28. nelson Says:
    Eu sou moreno 165 de altura e tenho um pau de 23 cm e bem grosso sei q ñ é dos maiores maiis se quiser ver é só me ad no facebook…nelsonpolicia2009@hotmail.com e meu msn é o msm e o orkut tbm…me add que eu vou encher o seu monitor de posso…
  29. ricardo Says:
    mto bom
    ja comi 2 primas minha mot gostosoas
    quem quizer brincar e converssa gostoso me add
    ricardodantra@hotmail.com
  30. ANA MARIA RIBEIRO ALVES Says:
    NOSSA FODER COM PRIMOS É UMA MARAVILHA, JE DEI TBM PRA UM PRIMO E FOI MUITO GOSTOSO E AINDA TENHO MUITA VONTADE DE DAR DE NOVO MA COMO ELE NAO MORA MAIS AQUI EM MINHA CIDADE AI FICA DIFICIL. MAS OS PRIMOS SAO UMA VERDADEIRA DELICIA MESMO NA FODA FODEM MELHOR QUE NINGUEM.
  31. RAIMUNDO CALCADA Says:
    Ninguém comeu ninguénm. Ele gozou entre as pernas da menina, quando ela apertou o pingolim dele. Se continuasse, daria um belo conto. Termine essa história. Tem tudo para ser boa. Até aqui, nota 5. E essa Ana Maria, na verade, chama-se Reginaldo.
  32. mirela Says:
    Aqui vai umas dicas para todas as mulher,transar com irmao é maravilhoso quando existe amõr entre si com o primo é bom,uma vêz enrabada você jamais esquece o prazer é muito gostoso ao sentir tudo dentro,pois afinal dar o cuzinho e mamar naô é para qualquer uma é o limite do prazer,sentir o desejo de dar é conseguencia da preparaçaõ e do bom inicio.
  33. nick Says:
    garotas q quiserem gozar gostoso e so me add no msn: loironick69@hotmail.com
  34. Sua Says:
    Gostei. . . Gosto do Jeito Que Escreve :)
  35. PROIIBIDO É MAIS GOSTOSO :3 Says:
    Noossaa.. ki delicia.. ja tranzei com minha irmã.. td começou a 3 anos atraz, eu tinha 14 ela tinha de 11 pros 12 por ae. nois dormia no msmo quarto, de note eu ia pra cama dela, ela ja dormia apenas com um blusão de moleton e sem calcinha, eu abraçava ela por traz e ficava esfregando meu pau na bucetinha dela.. ela encaixava a xãninha nele e ficava roçando a raxinha na cabeça do meu cacete.. aiiiii q dlç.. meu pau ja era bem grande nesse tempo, lembro q ela empurrava a bucetinha nele, sua xota era mto pequena e apertadinha deu mó trabalheira pra eu arrancar o cabacinho dela. só q o prazer falou mais alto.. ela era novinha mais desejava meu cacete.. em uma noite eu esfreguei a bucetinha dela ate ficar meladinha.. dai ela ja foi pedindo pra eu meter q ela tava doidinha pra sentir meu pau dentro da bucetinha dela.. deu trabalho mais eu fui forçando meu pau em sua bucetinha e ela gemia empurrando a bundinha pra traz, aos poucos sentir meu pau sendo engolido por aquela xãninha quentinha, ela gemia e rebolava.. foi uma delicia!!!
    Minas q curti conversar sobre sexo é so me adc no face q eu conto outras tretas proibidas entre eu e minha mana. wesley-sousasousa@hotmail.com

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing