Contos Verídicos no Face
Publicidade
Produtos Originais
Categorias

Disque sexo

Archive for the ‘Sadomasoquismo’ Category

Dinha_kdella, escrava de D.G.

quinta-feira, fevereiro 27th, 2014

Conto enviado por: Dom Grisalho

Envie teus contos para: contato@contosveridicos.com.br

Queridos fui a musa deste conto e tentarei descrever é o que me aconteceu neste final de semana! Fiz um rascunho do que senti ao meu DONO e SENHOR e Ele revisou por completo, praticamente fazendo um novo relato. Tive uma das melhores, senão a melhor, experiência de minha vida! Fui iniciada pelo meu Dono e Senhor DOM GRISALHO.

Meu nome é Dinha (nick) tenho 47 anos (bem vividos por sinal), sou negra, solteira, trabalho e bastante na área de saúde, moro na capital de São Paulo e, estou no BDSM há pouco tempo, mas, com imensa vontade de evoluir aprendendo cada dia mais. Sou submissa, escrava, serva, fiel por completo ao meu DONO de mim: DOM GRISALHO.

 

(mais…)

Escrava casada e (quase) santinha – 1ª parte

quinta-feira, fevereiro 27th, 2014

Conto enviado por:  Dom Grisalho

Envie teus contos para: contato@contosveridicos.com.br

Sou conhecido no meio do BDSM com o nick de DOM GRISALHO, relatarei abaixo alguns momentos deliciosos que usufrui com uma nova cadelinha, linda, casada, recatada, tímida e extremamente religiosa, e até ela servir-me nunca havia pensado e muito menos trair seu marido e, somente a ele se entregara como mulher, for seu primeiro e único namorado e logo se uniram em matrimônio. Bem, tudo começou de forma inesperada, estava EU num domingo indo comprar um jornal na banca próxima de casa, quando a vi pela primeira vez ao atravessar a rua adjacente ao parque Trianon, localizado na Av. Paulista, em São Paulo.

 

(mais…)

Introdução ao sadomasoquismo | Segunda Parte

sexta-feira, setembro 27th, 2013

Conto enviado por: Bela Índia

Como havia contado no meu primeiro conto fui levada pelo meu Senhor a um restaurante onde como presente me esperava uma bela espécie ruiva, com olhos azuis, lábios carnudos e com uma pele alva e sardenta. Divertimo-nos ali… Tomamos espumantes, comemos petiscos e queijos finos, nos masturbamos ali, aproveitando o local reservado e a pouca luz do espaço que estávamos. Saímos dali e voltamos para o hotel. O recepcionista até estranhou quando viu nós três chegando, mas ninguém comentou nada. Quando chegamos ao quarto ele nos mandou logo ficar de quatro. E buscou na mala novas coleiras e guias agora próprias de uma sessão. Lindas, de quatro e com as guias eles nos conduzia pelo quarto… Passeava com as suas cadelas.

 

(mais…)

Segunda sessão de sadomasoquismo

sexta-feira, setembro 27th, 2013

Conto enviado por: Bela Índia

A segunda sessão foi ainda melhor.
Dessa vez eu fui ao Rio de Janeiro encontrar meu Dono e Senhor. Aproveitei que teria um feriado numa quinta e seria recesso na sexta. Então eu teria quatro dias livres para me dedicar a servi-lo. Para economizar tempo fui de avião, assim ao invés de gastar meu tempo na estrada, gastaria tendo prazer ao seu lado.
Saí de BH na quinta num voo bem cedinho às 6h da manhã e uma hora depois já chegava ao Rio. Tentava não criar expectativas para o final de semana, mas era bem difícil. Só de lembrar o nosso primeiro encontro eu já sentia um frio na barriga… Lembrava-me daquele negro lindo, com aqueles lábios carnudos, aquele sorriso encantador, aqueles braços fortes e mãos grandes que me seguravam e me faziam sentir-me dele, apenas dele. O prazer de servi-lo era tão grande, que tinha saudade dos hematomas que me faziam sentir sua presença em mim.

 

(mais…)

Introdução ao sadomasoquismo

sexta-feira, setembro 27th, 2013

Conto enviado por: Bela Índia

Eu sou a bela índia_sub e vim contar hoje um pouco das minhas historias pra vocês. Vou começar contando como foi a minha introdução ao BDSM.
Primeiro vou falar de mim, sou morena 1,65m, 63 kg muito bem distribuídos, cabelos ondulados médios, castanho escuro assim como os meus olhos. Tenho seios fartos como os de uma índia, como boa descendente que sou com aureolas escuras e grandes. Coxas e bumbum durinhos… Pelo que dizem eu sou bem gostosa. Além disso, sou uma universitária, tenho 24 anos e sou bissexual.
Voltando a minha introdução ao BDSM, nunca havia ficado satisfeita após uma relação sexual… a maioria dos meus parceiros me tratava como uma bonequinha de luxo, cheia de não-me-toques… e isso me irritava profundamente. Imaginava apanhado, implorando para parar, sendo privada dos sentidos… Mas enquanto isso eu fingia orgasmos que nunca tive.

 

(mais…)

Corno de estupro na praia

sexta-feira, agosto 16th, 2013

Conto enviado por: B.

Meu marido e eu estávamos caminhando na beira da praia próximo de uma colônia de pescadores, lugar deserto, já estava escurecendo, nisto vemos uns 4 pescadores puxando a rede do mar, estavam fazendo muita força, pediram para o meu marido ajudar, ele correu e começou a puxar a rede ajudando aos pescadores, eles prometeram que dariam uns peixes para nós por meu marido ajudado, nossa, tinha bastante peixe, eles começaram a separar escolhendo os que iriam vender mais tarde, meu marido ajudando, comecei a notar que eles ficavam me olhando e se olhavam entre eles e sorriam, eu estava de short e regata, era uma tarde noite bem quente, minhas coxas torneadas de academia chamavam a atenção.

 

(mais…)

Como conheci DOM GRISALHO parte 1: antes da primeira sessão

sábado, agosto 3rd, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

“A prostituta só enlouquece excepcionalmente. A mulher honesta, sim, é que, devorada pelos próprios escrúpulos, está sempre no limite, na implacável fronteira”. Nelson Rodrigues
Chamo-me Fabiana, mas sou conhecida como fabi_serva{D.G.} (fake), moro numa grande capital do sudeste brasileiro, 34 anos, 1,56 m altura, 56 kilos, branquinha, cabelos e olhos castanhos, corpo violão, quadril largo, seios razoavelmente grandes, casada, trabalhadeira, sou séria, honesta com tudo e todos, ocupo função de encarregada na empresa e sou respeitada no mundo profissional e, segundo dizem, muito mandona e desobediente na sociedade baunilha claro, mas vou contar para vocês, nas mãos de meu SENHOR sou um utensílio, uma serviçal que vive em função D’Ele.

 

(mais…)

Como conheci DOM GRISALHO parte 2: antes ainda da primeira sessão

sábado, agosto 3rd, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Quem pode definir o que é uma pessoa normal, a sociedade, em sua maioria retrógrada? Quem somos nós para caracterizarmos um ao outro. Todos nós somos diferentes com determinadas particularidades que nos fazem únicos e irrepetíveis, somos diferentes no tamanho e formas dos nossos corpos. São precisamente os desejos, as fantasias que nos distinguem e esses desejos e fantasias dividem-se em gêneros os mais diversos.

 

(mais…)

Lembranças da minha entrega a Dom Grisalho

segunda-feira, junho 10th, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Antes de tudo desejo informar que este conto é a mais estrita verdade sobre o que aconteceu em março deste ano, alguns fatos provavelmente esqueci e não coloquei aqui, mas o que relatei é real. Meu nome é lee (fake), pertenço à classe média, nasci numa família conservadora em Santa Catarina, moro em uma pequena cidade. Tenho uma vida social calma. Sou solteira e tenho uma conduta sem qualquer recriminação diante das pessoas que tenho contato, seja profissional ou familiar, discreta ao extremo na vestimenta, caseira, não gosto de baladas nem de danceterias e coisas parecidas, enfim sou uma mulher que não demonstra a ninguém que sou uma cadela, nem sequer podem me imaginar ou sonhar em razão do meu jeito de ser, e muito menos o que acontece no meu intimo. Cadela isso mesmo, sou sim uma cadela com muita honra e prazer e tenho DONO.

 

(mais…)

Fernanda se assume como cadela submissa

terça-feira, abril 23rd, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Meu SENHOR DOM GRISALHO, a cada dia me descubro mais cadela, mais puta, mais submissa e mais safada do meu Dono…

Anteontem, abro o e-mail e o meu DONO me perguntou:

- Para que você existe cadela?

E eu respondi:

 

(mais…)

Meu primeiro encontro com meu dono

quinta-feira, abril 4th, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Sou uma ESCRAVA feliz e posso afirmar que sou uma cadela, vadia e obediente. Chamo-me hoje nanda_serva, conforme denominação determinada pelo meu DONO, sou casada, meu marido (Paulinho) é um bom homem, mas não supre o que preciso na vida, tanto na cama como fora dela. Tenho 47 anos, mas estou inteirinha, não me troco por uma mulher de 30 anos ou menos, exerço a profissão de professora publica, perante todos sou de moral ilibada, resido em cidade próspera do oeste do Paraná. Tenho um SENHOR e estou muito feliz e satisfeita de ter sido descoberta por Ele, que é um DOM experiente e esta me adestrando e me permitindo lhe servir, e eu simplesmente Lhe pertenço de Corpo e Alma, a Ele já me entreguei e sou conduzida, tenho a fortuna de ter um DONO a quem venero: DOM GRISALHO.

 

(mais…)

Nosso reencontro: DOM GRISALHO e lee_serva

sábado, março 9th, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Meu nome é lee (fake), 25 anos, com 1,60 ms. de altura, 58 kilos, cabelos castanhos claros, olhos verdes, corpo atraente segundo meu DONO, tetinhas e bundinha de pequenas para médias e muito apreciadas por aquele a quem me entreguei por completo: DOM GRISALHO, meu DONO e SENHOR, e que, segundo Ele sou muito gostosa, rsrsrs, e a opinião D’Ele que vale para mim. Na minha vida baunilha tenho uma rotina diria que normal, pois trabalho bastante e vou de casa pro trabalho, do trabalho pra casa, sem quase nenhum laser por vontade própria, moro próxima a minha mãe e é aonde mais eu vou aos meus momentos de folga, levo uma bem caseira embora meu DONO não me proíba de quase nada.

 

(mais…)

lee_serva, uma cadela especial

segunda-feira, fevereiro 25th, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Meu nome é DOM GRISALHO e sou escritor de contos eróticos com a temática S&M já há vários anos e, nesse tempo houve inúmeros contatos com mulheres que me procuravam para conhecerem melhor a filosofia do BDSM e algumas destas, conforme íamos nos entendendo, vieram a tornarem-se minhas cadelas. Uma delas, talvez a mais bela e interessante de todas, pelo menos até agora em minha existência, foi e é lee, uma linda fêmea. Conhecemos-nos no bate-papo UOL, num dia sem grandes interesses particulares, onde EU procurava apenas preencher meu pouco tempo livre e não estava com animação para conversar.

 

(mais…)

A Empregadinha

terça-feira, janeiro 22nd, 2013

Conto enviado por: Dom Grisalho

Sou DOM GRISALHO e contarei abaixo como é o meu viver em casa com uma escrava, por sinal extremamente submissa, que procura satisfazer-me nos mínimos desejos e fantasias e, além de tudo linda e deliciosa, tenho orgulho desta aquisição.

Um dia qualquer chego a casa, exausto depois de um longo dia de trabalho e preocupações, estaciono o carro na garagem de casa, ansioso por relaxar em um demorado banho reenergizante, pois tenho planos para a noite.

 

(mais…)

Cícera virou minha ESCRAVA | parte II

sábado, novembro 10th, 2012

Conto enviado por: Dom Grisalho

Sou DOM GRISALHO, continuarei a descrever a iniciação de Cícera, em sua primeira experiência real ao servir-me como escrava. Tentarei narrar de maneira clara e real como ocorreu o momento de sua entrega, para que possa demonstrar o quanto essa conquista foi significativa, pois a considero uma das melhores fêmeas que já pertenceram ao meu canil.
No dia anterior ao encontro, ordenei que comprasse um lingerie, do tipo fio dental e um sutiã transparente para usar no seu tão esperado adestramento inicial como cadela.

 

(mais…)