Contos Verídicos no Face
Publicidade
Produtos Originais
Categorias

Convenci Minha Namorada a Dar o cu e Dei o Meu Também

Disque sexo

Conto enviado por: M.A.

Oi pessoal estou de volta com mais uma aventura da minha infância, como no relato anterior estava namorando uma garota chamada Vanessa, e depois da orientadora nos pegar transando na sala de educação física, estávamos tentando arrumar outro lugar para transar, num belo dia convenci ela de matar aula comigo e ir até o parque das mangabeiras, quem conhece BH sabe onde é ele aceitou rapidinho nos encontramos na frente do colégio e pegamos o busão para subir até as mangabeiras, no caminho eu tentava convencê-la de dar sua bundinha pra mim, tava difícil convencê-la, chegamos ao parque e fomos pegar trilhas depois de alguns minutos trilha adentro paramos num lugar que passava um riacho tinha umas pedras grandes e alguma arvore de tronco grosso, daí parti pra cima dela e já comecei a tirar sua roupa ela agarrou meu pau abriu minha calça e abaixou e começou a me chupar.

 

Que delicia de boca ela tinha, daí a coloquei de costas pra mim encostada num tronco de arvore e passava meu cacete na sua bucetinha rosada e subia ate seu cuzinho que era rosadinho também agachei atrás dela e comecei a chupá-la, me concentrei no seu cuzinho ela se agarrava na arvore e gemia muito, daí levantei e empurrei meu cacete bem fundo na sua bocetinha, e comecei a fudé-la depois de alguns minutos ela disse que tentaria dar o cuzinho pra mim, eu pirei na hora e lambuzei bastante seu cuzinho e come CEI a brincar com os dedos no cuzinho dela, depois de alguns minutos coloque a cabeça da rola e comecei a forçar a entrada, era difícil, pois seu cuzinho era bem apertado, mas com muita insistência a cabeça entrou, ela contraiu, eu pedi para ela relaxar, pois assim não doeria, ela relaxou , dei um tempo e comecei a forçar de novo o pau entrou bem devagarzinho ate o talo, fiquei parado de novo mexendo o grelinho dela, ela começou a sentir tesão e começou a rebolar no meu cacete, daí comecei a fode-la, tava uma delicia comer seu cuzinho, mas tudo que e bom pode piorar, quando eu olho pro lado dois policiais a Cavalo nos vendo, eu tirei o pau correndo do cuzinho dela, ela arregalou os olhos, e os policiais só disseram: bonito heim. Desceram do cavalo e vieram em nossa direção, daí Vanessa se abaixou pra pegar as roupas e um dos policias o branco, pois era um negro e um branco, falou pra ela não se preocupar com as roupas, pois ela não precisaria por enquanto, e chegou perto dela pegou sua mão e levou ate o pau dele, eu falei pra ele que ele não podia fazer aquilo, pois éramos menores de idade, daí o negão chegou perto de mim me deu uma tapa na cara e falou pra eu ficar quieto, pois se não ele levaria os dois pra delegacia depois nos levaria em casa e falariam para os pais dela e os meus, daí calei a boca o negão olhou pra minha bunda branquinha e falou pro seu parceiro, come ela que vou comer este viadinho aqui pra ele saber como e comer um cuzinho, o policial branco encostou a Vanessa na arvore e empurrou seu pau pra dentro do cuzinho dela, quando a geba entrou ela deu um grito e começou a chorar, pois a rola dele era enorme e grossa, ele dizia pra ela gritar bem alto, pois ninguém escutaria e ele iria esfolar o cuzinho dela, enquanto isto o negão me obrigou a me agachar e chupar o pau dele, eu como já tinha chupado dois paus em outras ocasiões chupei com gosto o dele que não era tão grande como do seu parceiro, mas era torto pra direita, daí eu olhei pro lado da Vanessa e ela chorava muito e o policial nem se preocupava e mandava ver no cuzinho dela, o negão me levantou me coloquei de quatro numa pedra, eu já sabia que iria sofrer e decidi agüentar firme, ele encostou seu pau no meu cuzinho e empurrou sem dó, que dor infernal, dei um grito maior do que a Vanessa, ele começou a me foder com muita força, depois de longos minutos sendo enrrabado, eles nos colocaram um de frente pro outro e continuaram a nos foder, e diziam um pro outro olha a putinha e o viadinho consolando um ao outro e fodiam nossos cuzinhos com gosto, depois de muito nos foderem eles gozaram vestiram as roupas e foram embora, nos recompomos nos lavamos no riacho vestimos nossas roupas e fomos embora, Vanessa não conseguia Nem sentar Dentro do ônibus eu também não era diferente, ninguém entedia, pois cheio de lugares vazios e nos dois em pé, depois disto Vanessa terminou eu por minha vez nunca mais levei menina nenhuma pro mato, pois ate gosto de dar o cuzinho às vezes, mas tem que ser com carinho.

5 Comentários para “Convenci Minha Namorada a Dar o cu e Dei o Meu Também”

  1. kiko Says:
    me passa seu msn?
  2. vava Says:
    adorei qero esse cu
  3. efrain Says:
    Para se honesto não acredito no que vc escreveu. Mas sou sincero em dizer que fiquei excitado. Vc tem criatividade e isso é muito bom. Se quiser entrar em contato, sou efrainfc1@hotmail.com
  4. breno Says:
    me add ai meu msn…moro em BH e gostei do conto…demoro nos vc me contar pessoalmente…
    gilvitor21@hotmail.com
  5. leo Says:
    Tambem nao ecreditei mas queria ser sua nomoradinha essa hora

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing