Contos Verídicos no Face
Disque Sexo
Disque Sexo
Categorias

Dando para papai

Disque sexo

Olá amigos me chamo Deborha dycarli sou casada a cinco anos tenho um corpo bem definido e torneado despertando suspiro por onde passo com meu boizinho ao meu lado que fica louco me comendo por horas após me exibir por onde andamos.


Tenho 26 anos meu marido trinta e oito não posse ter filhos por isso participamos de todo e qualquer tipo de transa em qualquer lugar com quem queira,já dei ate pra um pastor alemão no jardim da casa de meu amigo em angra dos reis onde fui filmada e fotografada o que me rendeu um processo que repondo ate hoje correndo o risco de ser pressa a qualquer momento.Mas vamos ao que interessa.

Sempre fui muito saidinha em relação a sexo lembro que quando tinha nove anos já me alisava toda espiando escondida papai e mamãe transando.

Quando completei doze anos já era bem desenvolvida com uma bundinha arrebitada e saliente e com os seios parecendo duas pêras e por ser muito extrovertida me vestia de modo escandaloso deixando sempre a calcinha a mostra o que me deixava profundamente excitada com papai apesar de me repreender ficava durinho disfarçando discretamente o volume que formava em sua calça.

O desespero de mamãe era quando a família se reunia nos almoços de fim de semana onde meus tios primos e papai me comiam com os olhos embora ela nunca tenha me dito nada.

Nesta época ainda não tínhamos carro e em janeiro fomos para praia junto com um tio irmão de papai e sua esposa uma menina chata ciumenta e muito rabugenta ficando lá vinte e seis dias comigo e mamãe aproveitando para queimar nossos corpos deixando bem visível a marca do biquíni em nossas bundas.

Me deliciava vendo principalmente o desespero de papai ao contemplar minha bunda coberta somente pelos minúsculos biquíni ou canga e meus seios com os bicos salientes querendo furar o tecido das blusas ou camisetas que usava sem sutiã.

Certa noite saímos para passear na orla e tomar sorvete com papai e titios todos embriagados por terem passado o dia todo bebendo cerveja e caipirinha estando muito ouriçados sendo que em certo momento enquanto caminhávamos mamãe deu um forte tapa no rosto de titio alegando que ele avia passado a mão em sua bunda e não fosse o fato deles estarem bêbados acho que a coisa tinha ficado pior com mamãe voltando pra casa com papai me deixando com meus tios e dois primos um de nove e outro de dezesseis anos.

Estava vestida de top e mini saia com uma minúscula calcinha fio dental e incentivada por meus primos imitei eles dando estrelinhas na areia da praia deixando titio em êxtase porque ao virar de ponta cabeça a saia subia deixando me praticamente com a bunda e a boceta de fora coberta somente pelo fino tecido da calcinha.

Estava me deliciando vendo o tesão estampado nos olhos de titio encima de mim quando titia fechou o barraco fazendo um tremendo escândalo nos levando de volta pra casa de praia onde arrumou suas coisa e acompanhada de seus filhos pegou o carro e foi embora nos deixando na mão.

Ficamos lá por mais três dias onde mamãe fazia marcação cerrada encima de mim mesmo porque era somente eu ela e titia no meio de quatro homens que pareciam estar com o tesão a flor da pele sendo papai o mais ouriçado mesmo comendo mamãe praticamente o tempo todo.

Seu tesão por mim era nítido com ele não conseguindo esconder deixando mamãe muito preocupada tendo varias crises de ciúmes por isso resolveram ir embora.

Por insistência de titia viemos todos no mesmo carro sendo titia e seu marido na frente titio irmão de papai e um primo de mamãe papai comigo no colo e mamãe ao seu lado todos no banco traseiro do carro.

Por esta lotado o carro titio evitou vir pela rodovia principal desviando pelo interior de são Paulo o que aumentou e muito a viajem.

Sentada no colo de papai sentia o calor de suas pernas em minha bunda desnuda com minha mini saia subindo muito deixando minha bunda em contato direto com seu colo onde aproveitava o solavanco do carro para me deliciar com seu pênis muito duro me deixando cada vez mais excitada e molhada.

Estava sentada de lado no colo de papai com as pernas no colo de mamãe e de meu tio e primo comigo encostada no peito de papai que ficava cada vez mais duro principalmente quando sentia minha respiração ofegante em seu ouvido enquanto titio alisava minhas pernas discretamente.

Estava quase explodindo de prazer sentindo um comichão na boceta que pingava de tesão quando papai pediu que virasse sentando de costa pra ele tendo de ficar com as pernas aberta e com isso senti seu enorme pênis alojar no meio de minha bunda pressionando muito minha boceta onde foi inevitável um gemido abafado enquanto sentia o coro estremecer todo num delicioso orgasmo o primeiro de minha vida comigo desfalecendo de prazer sentindo papai me cutucar minha boceta com suas mãos deliciosas em minha cintura e barriga.

Senti ele estremecer todo enquanto beijava a boca de mamãe com sua mão indo em minha barriga parando quase encima de minha boceta me deixando tonta de prazer.

De repente ele ficou quietinho enquanto sentia tudo aquilo esmorecendo como que formando um montinho de carne bem na entrada de minha boceta.

Que sensação deliciosa estava sentindo e com uma leveza e paz de espírito adormecemos comigo agarradinha em papai.

Não sei por quanto tempo dormi acordando com o ronco de papai em meu ouvido e com isso pude ver mamãe toda aberta beijando a boca de titio enquanto se deliciavam em seu corpo com as mãos atoladas em sua boceta e seios.

Vendo me acordar se recompuseram e ao me mexer senti o pênis de papai endurecer muito cutucando minha boceta enquanto eles se arrumavam no banco do carro.

Aproveitei para deixar meu cabelo caído no rosto encostada no peito de papai de onde tinha plena visão deles sem notarem que estava acordada enquanto arqueei o corpo com muito cuidado soltando o botão do lado de minha calcinha enquanto aproveitei para puxar ela pro lado sentindo os lábios vaginais beijarem toda a extensão do pênis de papai fazendo me soluçar de tanto prazer enquanto aproveitava o balanço do carro batia uma punheta com minha boceta em papai.

Os roncos de papai os estalos dos beijos que mamãe trocava com seus homens ao nosso lado estava me deixando pirada e num gesto de loucura levantei o corpo e quando senti a cabeça do pênis de papai cutucar a entrada de minha boceta sentei bem devagar sentindo a cabeça entrar em mim parecendo me rasgar ao meio e quando me preparava para engolir mais um pouquinho um solavanco inesperado fez papai enterrar tudo aquilo em mim que não agüentando a dor e o imenso prazer soltei um grito assustando todo mundo enquanto dava um flagrante em mamãe e no meu tio e primo e se não fosse mamãe ter a preocupação de se recompor teria visto eu rebolando no porrete de papai.

Aproveitei para me cobrir com uma manta pedindo a papai que voltasse a dormi porque tinha me assustado mais tudo estava bem.

Vendo os olhos de papai brilhar com seu porrete atolado em minha boceta gozei copiosamente com a mão de papai trabalhando arduamente ora em minha bunda ora em meus seios e quando ele mordeu minha nuca desfalecemos com ele gemendo abafado enquanto inundava minha boceta com seu leite viscoso.

Gozei avassaladoramente fazendo papai gozar varias vezes dentro de mim enquanto mordia seu pênis com meu canal vaginal e quando chegamos em casa não fosse a preocupação de mamãe correr para o banheiro tinha me visto tirar a calcinha enquanto saia do colo de papai jogando a em seguida para meu titio.

Desde então sou amante de papai e pelo menos duas vezes por semana dou pra ele na ausência de meu marido.

Beijos camilledicarli@yahoo.com.br

7 Comentários para “Dando para papai”

  1. carton Says:
    sua gulosa neste conto eu gosei muito. quando terminei de ler bati logo uma punheta de tanto tesão que senti
  2. @ssis Says:
    Vc é muito safada. em sua homenagem, bati 1 boa punheta. vc deve ser muito deliciosa. parabéns pela sua estória q me proporcionou 1 gozo fenomenal! Q tal trocar 1 ideia? meu e-mail: a_assis25@hotmail.com
  3. valdir Says:
    ai delicia vc deve ser muito gostosa,pq só lendo seu conto gozei duas vezes.BJS
  4. ALVARO Says:
    sou de bh gostaria de conhecela melhor posso alvaro.marketing@hotmail.com
  5. Degazito Says:
    Gostei, só a situação no carro nao foi muito tranquila, pois alem de vcs havia o motorista…. mas,leia meu conto, vou contar logo logo as peripersias com minhas sobrinhas..
  6. romulo Says:
    Sua rapariga se eu te pego ia meter meus 25 cm de rola em vc
  7. Vlado Says:
    lendo seu conto fiquei imaginanda vc sentada no colo d seu pai cm a buceta enterrada e eu enterrando em seu cuzinho topa?

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing