Contos Verídicos no Face
Disque Sexo
Disque Sexo
Categorias

Maria se exibindo pra outro 02

Disque sexo

Conto enviado por: Azul Casal

Continuação……
Acordamos no sabado lá pelas 09:00hs, olhamos um pro outro e rimos, Maria disse sempre soube que você é safado, procurava putinhas por ai, não sabia que tinha uma em casa né, amor só bastava me dispertar, ela disse, sempre fui fozosa, é tanto que engravidei antes de casar, sempre fui quente, você foi que esqueceu, tive que me sacrificar, fazer todas essas mudanças pra você notar, eu ri, disse estou mudando amor, ela disse eu sei e estou adorando, fomos pro banho ai peguei em sua xoxota, ela disse calma amor, você não é mais nenhum garotão, guarda esse tesão pra hora certa, rimos muito, como era sabado, tomamos café, com os filhos.

Maria foi fazer as tarefas de casa, fui lavar os carros, e lá pelas 11:00h, retornei pro almoço, Maria disse que iria ao Shoping, fazer umas comprinhas basicas, que almoçaria lá, depois iria ao salão fazer o cabelo e se depilar, e lá pelas 5 horas retornaria pra casa, se eu não acharia ruim, vejam como nosso relacionamento estava bom, pois se fosse possivél poderiamos sair a noite pra algum lugar pra conversamos e bebermos algo, eu aceitei, então Maria foi se arrumar, pouco depois me chama e diz, amor, que tal eu usar a partir de hoje só essas roupinhas, calcinha fio dental, saia curtinha e bluzinhas de alça sem sutien, você deixa?, eu disse e os nossos filhos não vão notar, ela riu e disse acho que não pois já venho mudando devagarinho, rimos, ai eu disse amor, será que foi só por minha causa, ela riu me deu um beijinho e disse, também, olha fiquei de pau duro com essa conversa, Maria colocou uma saia jeans vem curtinha e uma blusa de sêda vermelha, de alça sem sutien, sandalia alta, levantou a saia pra mim ver, uma calcinha branca transparente mal cobria a xoxota e atraz toda enterrada na bunda, disse assim amor olha sua putinha como vai sair, amor tenha cuidado, ela riu e disse mais tarde de conto, saiu, fiquei em casa resolvendo umas coisas, nossos filhos disseram que a noite iriam sair, lá pelas 02:00hs ela disse que estava saindo do Shoping e indo ao salão, disse que estava ansioso, que os meninos iriam sair a noite e nós poderiamos sair também, ela disse legal, então aguardasse. Lá pelas 05:30hs, ela chegou, sorridente, com sacolas, cabelo bem arrumado, fiz de conta que não tinha notado, ela disse amor?, eu disse oi, ela não gostou? eu agarrei e disse adorei, ela riu e disse você não viu nada, espera um pouco e vai no quarto pra te mostrar, os meninos estavam nos seus quartos, subi pra nosso quarto e Maria tava tirando as coisas das sacolas, foi me mostrando shorts jeans que não davam um palmo de mão, varias bluzinhas de meia, saias curtas jeans e de algodão fino, conjunto de calcinhas e sutiens de renda todas asa delta ou fio dental, eu disse rindo tô é com medo, vão me  chamar de corno, ela riu e disse assim não amor, agora vou mostrar o que fiz no salão, eu disse já vi o cabelo, ela disse você não viu foi nada, a danada pedilou a bunda toda, e na frente deixou só um risco de cabelos, viu como ficou, eu disse lindo, passei a mão e quiz colocar o dedo, ela disse veja como to molhadinha e eu mostrei o pau duro, ela apertou meu pau mais disse deixa pra noite, eu perguntei você me deixou curioso, como foi no shoping, ela disse foi legal, quando entro nas lojas os vendedores ficam loucos pra me atender, amor fui provar a sandália sentei-me para calçar o rapaz ficou agachado para ajudar a colocar a sandalia no pé, não tirava os olhos das minhas pernas de do decote, aproveitei e abri um pouquinho as pernas, mostrei a calcinha pra ele, só um pouquinho ele ficou louco, não olhei nos olhos dele, depois fechei e vi ele olhando pros meus seios, fiz questão de me curvar pra frente pra mostra pra ele, amor ele babou, foi buscar varias sandálias pra mim, eu já tava molhadinha pois vi um volume na calça dele crescendo, eu já tava de pau duro, disse minha filha mais você não avançou o sinal não né nem ele?, ela com carinha de dengosa disse não amor, você não estava lá, olha com essa quase tive um orgasmo, ela disse amor eu te amo e jamais vou te magoar isso é só fantasia, e vou até onde você deixar, nos beijamos, ela disse não vai me comer agora, vou fazer uma punhetinha em ti, pra descarregar, mais o principal vamos deixar pra noite, hora rapidinho gozei na mão dela, como tenho sempre Sialis guardado pensei antes de sair tomo logo um. somos deixar pra relaxar um pouco, quando foi as 09:00h nossos filhos dizeram que iriam sair, dizemos também que iriamos pra um barzinho, então eles levaram a chave deles e ficamos com a nossa, fui pra parte de baixo da casa onde tem um barzinho, coloquei uma dose de whisk fiquei tomando, com um pedaço escutei o chuveiro de nossa suite aberto, tomei mais umas duas doses, quando o chuveiro parou, mais um pouco e fui pro quarto, Maria disse amor espera um pouquinho deixa eu me arrumar pra ver se você gosta, desci novamente, tomei mais uma dose, já tava bem calibrado e pensendo no que iria dar, demorou um pouqunho e Maria me chamou, tava linda com uma saia de algodão com bem curtinha, um pouco transparente, blusa do mesmo jeito combinando, e calcinha preta pra destacar, eu disse amor assim vai chamar muita atenção, ela disse e não é pra isso mesmo?, eu disse nem tanto, ela riu e disse vamos para um barzinho aconchegante,  disse que tal o barzinho chamado ESTACIONAMENTO, eu disse que não conhecia, ela disse que tinha ouvido falar no salão que é muito bom, dar muita gente, casais e gente nova, com pouca luz, eu disse ta bem seja o que Deus quizer, tomei banho me arrumei e saimos, ela tava com um perfume maravilhoso, chegando lá estacionamos o carro, vi que era realmente aconchegante, com pouca luz e bastante gente, mesas fora e dentro musica ao vivo, já eram 11:30h, pedimos uma mesa, esperamos um pouco na entrada pois tinha muita gente, Maria de braços comigo, motava que tinha alguem sempre olhando-a, realmente ela tava muito gostosa, logo o garçom veio nos chamar, pois tinha uma mesa liberando, sentamos, tinha varios casais a nosso lado, como também rapazes sozinhos azarando as meninas, pedimos um litro de wshik, e petiscos, ficamos conversando, Maria super feliz e eu também, veio o wshik, os petiscos, o garçom bem simpatico, começamos a beber, falar banalidades, só que o barulho era imenso, pois as mesas eram muito proximas das outras, só dava pra falar no ouvido, Maria deu a tradicional cruzada de pernas, deixou quase suas coxas toda a mostra, o rapaz novinho com uma acompanhante que estava a nosso lado encarou suas coxas, depois de umas 3 doses já estavamos bem mais a vontade no ambiente, Maria levantou-se pra ir ao banheiro, vi que o rapaz virou-se pra ve-la, sua acompanhante cotucou ele, que fez cara de riso, Maria demorou um pouco, logo ela chegou sorridente, sentou, e novamente cruzou as pernas, os rapazes (2) que estavam numa mesa também proxima olharam um pro outro e fizeram gesto de aprovação, perguntei porque tinha demorado, ela disse que teve que passar por dentro do dance, tava lotado assim como o banheiro das damas, ai ela disse meu filho, aconteceu algo quando ia passando no dance, posso contar?, eu disse logico, não vai ficar com raiva?, claro que não, ela disse que quando passava um rapaz, no corredor que dava pro banheiro, perto do bar, sentiu uma mão na sua bunda, não podia fazer nada pois a fila do banheiro tava parada, ficou com vergonha de encarar o rapaz, no inicio achou ruim mais depois deixou e ele, foi mais ousado, apertou depois colocou a mão por baixo da saia, ela deu uma mexidinha pra ver se ele saia, ai foi que a mão encaixou, sentiu o dedo dele na boca da xoxota, então saiu do canto pois a fila começou a andar, olha fiquei sem saber o que dizer, confesso que me deu tesão ela, notou, pois foi passando a mão na minha perna e notou minha ereção, então ela disse não fica envergonhado pois também tô super excitada, bem molhadinha, quase o dedo entra na minha xoxota, nos beijamos e ficamos namorando, com um pedaço fui no banheiro também, voltei ai voltamos a beber, ela perguntou como tava lá, eu disse ainda lotado, ela perguntou que tal eu ir de novo no banheiro e riu?, eu disse o que esta pensando e ri, ela disse pode ser que ele novamente esteja lá, rimos, vai, e se eu demorar, não tem problema ele não vai te comer, só quero que me contes tudo, ela foi, fiquei ali tomando umas e de pau duro direto, pensando será que sou corno já, disfarcei e tirei do bolso o sialis, tomei com a agua do gelo do wshik, depois de uma meia hora, lá vem a maria, toda sorridente, sentou tomou folego, como não aguentei perguntei e ai?, Maria disse e ai?, pela posição que fiquei anteriormente, notei que o rapaz tava no mesmo lugar, em pé escorado no balcão não tinha fila tão grande mais fiz questão de ficar ao seu lado no bar, ele novamente disfarçou e passou a mão na minha bunda, olhei pra ele e fiz cara achando ruim, ele se aproximou do meu ouvido e disse se esta achando ruim porque voltou, ela sorriu e ele encostou mais, chamou-me pra dançar, eu disse que era casada, ele disse que não iria tirar pedaço, eu ri, e virei-me, ele voltou a me encoxar, e apalpar minha bunda, novamente fastou minha saia e passou a mão na minha bundinha por baixo, como não tive reação, ele meteu o dedo por dentro da calcinha e chegou na grutinha, eu abri um pouco as pernas pra seu dedo entrar, ele encostou o pau na minha bunda e passou a massagear minha xoxota, meu filho que loucura, eu começei a rebolar no seu dedo, ele mordeu minha orelha, ta vendo bem vermelha, eu olhei e tava mesmo, ai meu amor não me contive passei a mão para traz e apertei seu pau, olhei de lado e como tinha muita gente dançando acho que ninguem viu, me virei e disse no ouvido dele, to gozando gostoso, e gozei, to aqui toda melada, olha eu tava quase gozando também, nos beijamos, rimos disse a ela que loucura, ela disse é mesmo meu amor, to louca pra levar vara, eu disse minha ou dele, ela riu e disse amor aqui é só fantasia, então eu disse amor a noite é uma criança e estamos na chuva, podemos nos molhar, ela ria demais, eu disse que tal chama-lo pra nossa mesa, ela disse ele tá ali, esta vendo, eu disse é uma criança, ela disse você que pensa, o pau é enorme e duro, então eu disse disfarça e chama pra noss mesa, e assim fez, ele veio, no inicio fizemos de conta que ja nos conhecia, depois da apresentação perguntei a ele o que estava bebendo, wshik, pedi um copo limpo e coloquei uma dose pra ele, Maria não acreditava no que estava acontecendo, passandos alguns minutos de apresentação, ele perguntou se eramos casados, disse que sim, foi ai que ele disse que já tinha saido com casais, que curtia mulheres mais velhas, ficamos perguntando como fazia, ele disse que curtia as fantasias dos casais que era discreto, e etc, Maria ficou pensativa, já eram 03:00h, eu disse que poderia ser otimo, mais em outra oportunidade, Maria afirmou que sim, pois estavamos começando agora e queriamos ir devagar, ficou tudo acertado, então pedi a conta e ele pediu uma caneta e papel para passar o fone, na saida pedi, por impulso pedi a ele pra nos acompanhar até o estacionamento, temos uma Pajero Sport, carro comprido, ele se prontificou e foi, Maria saiu calada mais quando fomos pro estacionamento ela já foi mais descontraiada, requebrando de mãos dada comigo, chegando no carro, me despedi e ele como estava do lado da Maria, abriu a porta pra ela não sem antes lhe encoxar, fiquei olhando quando ela antes de entrar no carro abraçou-se com ele, beijou-o, ficaram na porta do carro sarando, ela colocou uma perna dentro do carro e a outra fora, onde teve que subir a saia acima da calcinha ele vendo sorriu, começou a alizar sua xoxota por cima da calcinha, eu como tava dentro arriei a alça de sua bluza, e passei a apertar seu seio, ele veio com a boca e começou a mamar e com a outra mão, meteu dentro de sua calcinha, ja com o dedo dentro de sua xoxota, Maria abriu mais a perna com uma mão alizava seu pau, e a outra segurava seu ombro, logo começou a chama-lo de gostoso, ai ele tentou tirar o pau pra fora, foi quando ela disse que tava bom, que ali não, recompôs a saia, deu um beijo de despedida e saimos, nos dois muito ofegantes, Maria disse amor termina o que ele começou, eu disse espera um pouquinho pra chegarmos em casa porque na rua é perigoso, 15 minutos depois chegamos em casa, foi só fechar o portão da garagem e Maria foi logo tirando a saia, fizemos amor nas cadeiras da piscina, de todo jeito, Maria super excitada e como tinha tomado sialis, demorei muito a gozar, foi uma noite maravilhosa, esperamos oportunidade para sairmos novamente. azulcasal@hotmail.com

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing