Contos Verídicos no Face
Aumente teu Pênis
Faça Sucesso
Categorias

Minha Esposa no colo de um Português

Disque sexo

Conto enviado por: Azul Casal

Neste final de ano recebemos um Portugues em Fortaleza, indicado por um cliente nosso para atender suas necessidades juridicas, pois estava vindo de Portugal para se instalar no Brasil, no dia marcado mandamos nosso motorista busca-lo no Hotel ” Luzeiros “. para termos a primeira reunião, seu nome Gouveia, um cara de 39 anos, do ramo de construção civil, nos disse que queria vim para o Brasil, que na Europa o mercado esta saturado, e por ai vai, ja tinha vindo outra vez a Fortaleza, fez levantamento o mercado, mostrou-se interessante pro mesmo e agora que se instalar para num futuro proximo já começar a desenvolver seus projetos, mostramos a ele o necessário para efetivar sua permanência aqui, o que poderia fazer e tudo mais.

Fomos ficando muito proximo do Gouveia, já que não tinha praticamente ninguem aqui, indicamos um flet, e também local para seu escritorio e por ai em diante, eu e Gouveia nos tormamos amigos, foi ai que aconteceu o fato ” Maria sentada no Colo do Portugues “.
Como estavamos já proximos, convidamos o Gouveia para um passeio na praia das Frexeiras com o Gouveia, como Maria minha esposa só anda bem arrumada, vestidos ou bluzas bem decotadas, torneando seus seios com 400ml de silicone, cabelo sempre bem penteado, pernas grossas e salto alto, com calcinhas tipo aza delta ou fio dental, marcando bem a sua bunda, notava que o Gouveia sempre estava olhando-a quando podia, mais como sabemos o Europeu é muito discreto, nunca demonstrou ter interesse nela; Num sabado convidamos o Gouveia para irmos para Frexeiras, passamos o final de semana, em uma pousada bem aconchegante e assim fomos.
Nos arrumamos no Sabado pela manhã para irmos buscar o Gouveia no Flet, Maria tinha como sempre feito um enxoval para o final de semana, com shortinhos bem curtos, bluzinhas de algodão bem solta e calcinhas bem provocantes, colocou também um maiô bem cavado e um biquini branco de deixar qualquer de quixo caido, fomos buscar o Gouveia e Maria tava num short que quando se curvava mostrava a polpa de sua bunda e com bluza sem sutiên, me perguntou se estava bem, eu disse que estava linda, sem querer ela disse vou agradar nosso cliente no maximo que poder, pois tem potencial, rimos eu disse que não precisava, ela disse tô brincando mais não quero mudar minha rotinha só por causa dele, e sei que você adora me ver assim gostosa, não é meu filho?, eu disse claro amor, não precisamos mudar e o final de semana também é nosso, de repente ele não tem uma amiga que pode ter conhecido nas noites em Fortaleza e nos acompanha.
Chegamos no Flet, interfonamos para ele que já estava arrumado para irmos, desceu do apartamento nos comprimentamos, Maria saiu na frente para o carro, ficou eu e o Gouveia atraz, quando olhei para ele, ele tava de olho na bunda da Maria, pensei ai tem coisa, entramos no carro e fomos, no caminho estavamos conversando bem descontraidos e meu pensamento era o Gouveia olhando pra bunda da Maria, como Frexeiras fica a 200km de Fortaleza, deu para já nos descontrairmos no caminho, Maria num determinado momento perguntou a ele se não tinha conhecido ninguem em Fortaleza, se já não tinha nenhuma paquera, ele rindo disse que tinha conhecido algumas ” raparigas “, mais nada especial, rimos pois Maria disse que rapariga aqui era prostituta, chegando nas Frexeiras, fomos pra pousada, fizemos o check inn, combinamos ir aos apartamentos nos aprontarmos para irmos conhecer a linda praia, já no apartamento comentei pra Maria que o Gouveia estava se soltando, ela riu e disse não é de hoje que pego ele olhando pra mim, com cobiça amor, sai na frente lá no flet pois sabia que ele iria olhar pra minha bunda e esse final de semana vou deixar ele doido, eu disse amor você é louca, o que ele vai pensar da gente, ela disse que somos maravilhosos amor, que ele tem uma putinha em casa, você vai ver e piscou o olho pra mim, tomamos banho, Maria no dia anterior tinha ido pro salão, estava depilada, com pouquissimo pelo na xoxota, e toda bronzeada, colocou o maô preto bem cavado na bunda, bem decotado e salientando sua xoxotinha, uma canga transparente branca realçando o maiô, tamamcos de praia amarrou os cabelos e me disse amor como estou, eu disse linda, agora que ele não tira o olho de ti, ela riu e saimos, na recepção ligamos pra ele vir, pois iriamos fazer um passeio de carro pela praia, Gouveia já chegou todo sorridente, e como já estavamos bastante descontraidos, ele disse Dra. a Sra. esta muito bonita, Maria disse aqui pode me chamar de Maria, pois só em Fortaleza sou Dra., aqui sou amiga, rimos, fomos pro carro, passei no bar da pousada pra pegar gelo, pois estavamos com whisk no carro e saimos pra praia, andamos bastante de carro pela praia, falando banalidades, chegamos até uma praia vizinha, Guajiru, procuramos uma barraca, abrimos o wshisk, pedimos isca de peixe e ficamos ali por um bom tempo, Maria resolveu ir tomar banho de praia, ficamos eu e ele conversando, notei que ele não tirava o olho de sua bunda e agora mais descarado, e Maria de proposito se rebolando, perguntei a ele se não tinha conhecido alguma menina para namorar, ele disse que tinha conhecido no Mucuripe Club uma garota que já tinha saido varias vezes com ela, mais que não tinha convidado pra vir conosco, eu disse que pena, pois não tinha problema nenhum, ele perguntou mais será que Maria aprovaria, eu disse que somos sem frescura, que sabiamos que ele estava em Fortaleza a alguns dias e tinha que comer alguem, ele perguntou posso fazer uma observação, eu disse pode, Maria é muito bonita, você não tem ciumes, eu disse não já tinha tido mais hoje curtiamos muito, que ela se cuidava muito tinha colocado silicone nos seios e na bunda, feito lipo, era muito vaidosa, como já tinhamos bebido bastante é já estavamos mais que descontraidos eu disse e gostosa não, ele disse sim, melhor que minha garota, rimos, foi quando Maria voltou e perguntou porque estavamos rindo, eu disse o Gouveia disse que você é muito bonita e gostosa, Maria rindo disse bonita muito obrigada, gostosa ele ainda não provou, rimos bastante nesse altura fiquei pensando que o final de semana prometia, Maria colocou uma toalha no chão para se bronzear bem em nossa frente, eu fui tomar banho, quando voltei o Gouveia tentou se ajeitar pois acho que estava de pau duro, olhando pra bunda da Maria, Maria virou-se e ficou de frente, o maiô bem cavado, delineava bem sua virilha, até marcava sua xoxotinha, e de proposito ela vez por outra abria as pernas, o Gouveia de olho arregalado, tentando esconder sua exitação, como já eram por volta das 16:00h, combinamos voltar pra pousada para descansarmos um pouco pois a noite poderiamos procurar algum forrozinho para irmos.
Voltamos pra pousada, fomos pro apartamento e lá comentei amor o Gouveia tá de olho em ti, quase te come com os olhos, olha como estou, mostrei pra ela o pau duro, ela pegou no meu pau, disse você é muito safado amor, mais guarda pra noite, eu vi que ele tava tentando escondeu o pau duro, tava fazendo de proposito, minha perereca tava latejando, e rimos, então vamos descansar pra noite ok, eu disse tudo bem, nos deitamos, lá pelas 07:00h, nos arrumamos, Maria colocou um short branco jeans, muito curto, com uma calcinha preta aza delta de renda na frente e uma bluza preta de cetim sem sutien que quando passa balança os seios, ele disse que ela tava linda que iria enlouquecer o Gouveia, ela disse que era pra isso mesmo, saimos, o Gouveia já estava na recepção, Maria foi logo comprimentando dessa vez dando um beijo no seu rosto e o mesmo retribuiu, Maria deu uma rodadinha e perguntou, tô bonita, ele olhou dos pés a cabeça e respondeu tá linda, ela com cara de safada disse obrigada, foi pro bar da piscina, Maria sempre na nossa frente rebolando de proposito, e nós olhando, sentamos numa mesa, pedimos caipirinha pro garçom, ai Maria perguntou, Gouveia você ainda não conheçeu nenhuma gatinha?, aqui é muito bom pra namorar, rindo, ele disse que tinha uma mais não tinha atentado pra chamar, Maria disse que pena, mais não tem nada não como você é bonito não vai ter dificuldades pra encontrar alguem, isso é se quizer, pois eu mesma se tivesse sozinha ia ficar contigo, rimos muito, o ambiente muito descontraido, Gouveia muito educado, disse Carlos e eu iria querer mesmo, pois Maria faz meu tipo de mulher, sem ofender Carlos, eu disse não tem problemas amigo eu também sei disso, hora qualquer um queria ficar no meu lugar, pedimos mais caipirinhas e perguntamos ao garçom onde tinha algum forro para irmos, ele disse que no Trairi, cidade vizinha sempre tem um forro pé de serra no final de semana, nos deu o endereço, fomos, chegando lá tinha um Club bem pequeno e uma banda de forro tocando, tinha já muita gente da cidade, gente bem simples, compramos a entra, pedimos uma mesa, como só tinha cerveja pedimos gelo, pois tinhamos wshisk no carro, fomos atendidos, ai Maria perguntou de Gouveia já tinha aprendido a dançar forro, ele disse que não, então ela disse que eu também não sabia, ficamos ali, o Club foi enchendo de gente muitos rapazes, sozinhos, notei que alguns olhando pra gente, pois não somos da cidade, dava pra o pessoal notar nossa presença, notei que tinha um rapaz alto, que vez por outra olhava pra nosso lado, e o mesmo, as vezes dançava com algumas moças, Maria disse que ele dançava bem e me perguntou se poderia ir dança com ele, disse que sim, Maria levantou-se e como é muito desinibida foi lá e ela mesmo tirou ele pra dançar, como não dava pra ver pois a pista de dançe tinha muita gente, desapareceram, fiquei com o Gouveia na mesa bebendo, mais um pedaço, lá vem Maria com o rapaz, nos apresentou o mesmo, dizendo que era daquela cidade, muito simpatico e simples, voltou pro canto dele e ficamos nós, Maria disse que ele dança muito bem, ficamos ali, mais um pouco Maria disse que iria dançar novamente, fez o sinal pra ele e ele rindo chamou-a pro dançe, o Gouveia me perguntou se não sentia ciumes, eu disse prá que, deixa ela se divertir, até brincando disse é melhor dividir um filé do que comer carne de pescoço sozinho, rimos bastante, quando Maria estava voltando já noitei a diferença na sua postura, pois vinha na frente e o rapaz atraz com as mãos em sua cintura quando nos viu tirou as mãos, veio até nossa mesa, notei o volume em sua calça, agradeçeu e voltou, Maria piscou o olho pra mim e disse ele é otimo, não demorou o Gouveia foi no banheiro, a perguntei a Maria como foi, ela riu e disse amor, foi só dá uma cordinha pro rapaz e passou a me encoxar la na pista de dançe, tá literalmente com o pau duro nas minhas coxas, e que pau amor, de proposito apertei meus seios nele, to até molhadinha aqui, logo o Gouveia voltou, Maria chamou pra dançar disse que iria ensina-lo, ele foi com ela pegada na mão, dançaram umas 10 musicas, quando voltaram vinha novamente com mãos dadas, notei que o Gouveia já bem mais descontraido nem escondia sua excitação, o volume na calça, sentaram, continuamos a beber, e Maria já tava meia tonta, a alça da bluza caiu de lado e passou a mostrar uma parte de seus seios, ficamos olhando e ela fazia de conta que nada tava aconteçendo, o rapaz veio em nossa mesa e perguntou se ela queria dançar novamente, olhamos uns pros outros, ai o Gouveia disse rindo não amigo agora que to aprendendo vou dançar novamente com ela, rimos, chamou Maria e foram, com um pedaço me levanto pra ir no banheiro, vejo Maria e Gouveia no dançe no maior sarro do mundo, pois como ele não sabia dançar estavam coladinhos Maria requebrando no seu pau, notei que sua mão tava por dentro de sua bluza, aquilo já me deixou bastante excitado, voltei pra mesa, eles logo voltaram, já desinibidos, sentaram, Maria no meio e nos dois nos lados, já eram mais de 02:00h a festa tava acabando, ai chamei o garçom e pedimos a conta, saimos, no caminho pra pousada temos que passar pela praia, Maria perguntou se não queriamos tomar banho de praia, pois a noite tava linda, sabemos que a noite tem varios carros parados na praia, gente bebendo e fazendo amor, tomando banho verdadeira farra, encostei o carro na praia, descemos, colocamos os pés na agua que estava bem quentinha, Maria correu pro carro, tirou o short, a blusa, tinha uma toalha de praia no carro, se enrolou na toalha e veio até nós, o Gouveia disse que estava só de cuecas, eu disse também, então eu disse vou no carro pegar o wshisk para esquentarmos, quando voltei Maria e Gouveia estavam rindo, perguntei o que era a eles, Maria disse que Gouveia perguntou se ela tava de biquini, ai ela tirou e a tolha e nos mostrou tava só de calcinha que mau cabia sua xoxota, sem sutiên, virou-se e mostrou que era aza delta, então eu disse vamos no carro Gouveia tirar os shorts, fomos, quando voltamos a Maria baixou a toalha, deixou os seios a mostra depois colocou a toalha no chão e fomos os três tomar banho, a lua tava linda clareava, parecia dia, dava pra nos ver nitidamente, ficamos brincando no mar, pois tava uma delicia a temperatura, estavamos os três em pé o balanço das ondas nos deixava mais juntos, Maria se encostou em mim, e com o roçar de sua bunda fui ficando de pau duro, ela notou e com a mão por traz começou a pegar no meu pau, ficamos conversando quando de repente Maria me abraçou e me beijou, ficando com a bunda para o Gouveia, como estavamos proximos, a onda fazia com que sua bunda também batesse no Gouveia, devagarinho vi que ele foi pegando em sua cintura e trazendo-a pra junto dele, ficamos ali, e logo ficamos juntos sem dizer nada, vi que Maria passou a mão pra traz e fazia movimentos com o braço, não me contive e passei a pegar nos seus seios, beijei-a e soltei-a, e ela sem dizer nada ficou com a bunda junto do Gouveia e com a mão pra traz, movimentando, Gouveia sem serimonia passou a mão em seus seios, fiquei observando quando Maria virou-se pra ele e beijou-o, ficaram ali no sarro na minha frente, voltei a encoxar sua bunda e ele passou a mamar em seus seios, notei que Maria abriu um pouco suas pernas, era o Gouveia pegando em sua xoxota, e ela literalmente punhetando ele, logo fui gozando na sua bundinha, com o movimento das ondas, o Gouveia com os dedos em sua xoxota, Maria disse continua que to pertinho de gozar, vai mete o dedinho todo, e disse to gozando amor, vai continua, ela punhetando ele, logo ele disse que também tava gozando, gozamos todos, começamos a ri e fomos saindo para a areia, nisso ia passando um carro nos apressamos para o nosso, o cara do carro parou e disse como tá o banho, dizemos que estava otimo, e foi embora, ela parou na verdade só pra ver minha mulher nua, nos enxugamos com a toalha, cada um tomou um gole de wshisk e vesti minha bermuda, ele também e Maria ficou enrolada na toalha, chegamos na pousada, fomos direto pros apartamentos, não sem antes Maria se despedir do Gouveia com um beijinho, Maria entrou toda satisfeita no apartamento, me puxou e foi logo chupando meu pau, me disse amor o gouveia tem o pau enorme, queria todinho dentro de mim, vou fazer você gozar pois amanhã vou sentar naquele pau todinha. coloquei-a de quatro meti na sua xoxota, ela dizendo meti meu amor, meti que amanhã vai ser aquele gostoso, gozamos rapidinho. Acordamos no Domingo, lá pelas 10:00h, com o interfone dizendo que o café era até 10:30h,tomamos banho, Maria vestiu o biquini branco, fio dental e um pouco transparente, colocou um vestidinho preto, e saimos, logo que chegamos veio também o Gouveia, nos comprimentamos, fazendo de conta que nada tinha acontecido, tomamos café, fomos para a piscina da pousada, onde tinha algumas pessoas e crianças tomando banho, ai eu disse vou no apartamento pegar 2 litro de wshisk que restavam no apartamento e Gouveia pega o gelo para irmos conhecer uma lagoa de agua doce que tem entre as dunas, fomos pro carro e Maria na frente, perguntei a ele se tinha dormido bem, ele rindo disse como um anjo, quando chegamos no carro Maria disse ao Gouveia, e ai você nem disse se to bonita, rindo, levantou o vestidinho e mostrou o biquini, ele chegou pertinho passou a mão na sua xoxota e disse tá linda, rimos os três, entramos no carro e fomos em busca da lagoa, no caminha iamos rindo, passei pelo logo da noite anterior, e lembrei a eles, que rindo disseram como poderiamos esqueçer, no caminho o Gouveia perguntou se eramos liberal, se já tinhamos saido com alguem, dissemos que não, que aquilo tudo era novidade, pois não queriamos dizer nada a ele, pra deixar em suspense, então ele disse e o que acharam, pois na Europa é comum e quando era casado fazia swing frequentemente, dissemos que estava legal, que estavamos descobrindo algo bom, nos fazendo de inocente, chegamos na lagoa, por sinal muito bonita tinha uma barraquinha mais já estava cheia, então fomos pra outro local proximo da barraca, Maria colocou uma tolha no chão, tiramos o wshisk, três copos, o gelo, e sentamos no chão, ficamos ali conversando sobre a beleza do local, fui tomar banho pois já eram quase meio dia e sol tava ficando muito quente, voltei e disse que iria na barraca pedir isca de peixe, ele ficaram lá quando voltei eles estavam também dentro d’agua se refrescando, voltaram e ficamos bebendo e comendo isca de peixe, deu 15:00h, tomando banho e bebendo, abri o segundo litro de wshisk a barraca foi se esvaziando la pelas 16:00h, então chamei para tomar banho e irmos embora, pois tava ficando tarde, fomos pra agua, Maria olhou pros lados e quando viu que até a barraca tava fechada e tirou a parte de cima do biquini, deixando os seios a mostra, ficamos parados, quando ela veio em nossa direção e abraçou o Gouveia ele olhou pra mim e dei a permissão com a cabeça, o Gouveia abraçou-a e beijou-a na boca, deixei ele ali e fui no carro pegar um pacote de camisinha, quando voltei mostrei a eles, sairam da agua e vinheram para a toalha, o Gouveia ja de pau duro, quando vi comprovei que era grande e grosso, Maria deitou-se na toalha, eu e gouveia sentamos nos lados, passei a chupar um seio e ele outro, o Gouveia foi baixando a mão até sua xoxota, fiquei chupando seus seios e Gouveia foi parar entre suas pernas, fastou sua calcinha, e começou a chupa-la, dai tirei o pau pra fora e mandei ela me chupar, Maria se contorcia toda, quando vi o Gouveia já estava abrindo o envelope das camisinhas, foi colocando no pau, com a mão fastou o biquini dela e foi metendo o pau em sua xoxota, vi que entrou seu pau na sua xoxota, pois Maria foi se ajeitando para receber seu pau, me fastei pra ver, e Maria passou as pernas na cintura do Gouveia que metia o pau todinho nela estilo frango assando, não demorou e Maria pediu para sentar no seu pau, ele deitou-se e Maria foi sentando devagarinho até entrar tudo na sua xoxota, fiquei em pé e dei meu pau para ela mamar, tirei logo pois começei a gozar com aquela cena, Maria passou a subir e descer no seu pau dizendo que tava gostoso, que seu pau era grande e grosso pedindo pra mim olhar, vai amor olha sua putinha dando pra outro macho olha, fiquei de pau duro de novo, e fui punhetando devagarinho, Maria rebolando no pau dele, disse amor to pertinho de gozar, não goza agora pois quero te dar também, mete meu Portugues gostoso, mete tudo, Gouveia pegou-a pela cintura e os dois gozaram abundantemente, Maria saiu de cima dele e mandou meter nela de quatro, vai me filho mete em mim em ti amo filho mete na tua putinha, mete com força que minha xoxota ta toda arrombada, hora ela sabe que dizendo isso, gozo rapidinho ela rebolando no meu pau, o Gouveia veio pra perto, ela começou a punheta-lo logo tava de pau duro de novo, ela começou a chupar, e eu quase gozando, disse to gozando minha puta, ela disse goza amor que tenho que fazer ele gozar novamente, gozei e rapidinho dei outra camisinha a ela que colocou no pau de Gouveia e fez ele come-la de quatro, logo Maria rebolando disse olha amor como ele mete gostoso, olha sua putinha sendo fudida, minha xoxotinha toda arregaçada, vai amor como ta gostoso, o Gouveia foi segurando em sua cintura, ela começou novamente a gozar dizendo goza seu puto gostoso, goza, goza pra mim vai mete na minha xoxotinha com força, vai gostoso que to gozando vai filho, vai amorzinho e os dois começaram a gozar Maria gritando que tava gozando, gozaram ela caiu em cima dela e ficamos ali um pouco, nos vestimos pois poderia chegar alguem, tomamos banho na lagoa, quando iamos saindo vimos um cara escondido por traz da barraca, Maria disse devia tar se acabando na punheta, fomos pra pousada exaustos, nos arrumamos, pagamos a conta e fomos embora pra Fortaleza, o Gouveia logo voltou pra Portugal e sempre nos correspondemos pois temos tratado dos negocios dele aqui.
azulcasal@hotmail.com

4 Comentários para “Minha Esposa no colo de um Português”

  1. Luciana Bom Jardim Says:
    … Excelente, vcs foram demais e o portuga deve ter ficado maravilhado. Adorei, quando o prtuga voltar e transarem de novo nos conte. Excelente!!!
  2. karlus Says:
    bela historia,mande fotos da sua esposa pra mim.vou bater uma punheta bem gostosa pra ela.
  3. Bruno Cumbuco Says:
    Adorei o conto, tenho uma parceira em fortaleza e estamos procurando troca de casais, algo bem discreto como de costume, sou de SP e por lá sempre me diverti, aqui ainda estou iniciando, adoraria ter ajuda de um casal como vocês.
  4. carlinha Says:
    Queria ser essa Maria.

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing