Contos Verídicos no Face
Publicidade
Produtos Originais
Categorias

Minha Mulher e seu sobrinho

Disque sexo

Conto enviado por: Azul Casal

Somos o Casal Carlos e Maria, temos 52 e 43 anos, temos dois filhos, neste final de ano, nossos filhos resolveram ir para o interior do Estado do Ceará, para casa de meu irmão e Limoeiro do Norte passar alguns dias de férias e seu sobrinho que mora com os pais em Natal, resolveu vim para nossa casa em Fortaleza passar alguns dias, pois tem muitos amigos aqui e outros primos, filhos dos meus cunhados.
Maria minha esposa me avisou que ele vinha, mais que não incomodaria, pois já tem 19 anos, sabe dirigir e tem os outros primos que podem dar atenção já que nossos filhos são mais jovens, e tinham ido para Limoeiro, aceitei sua vinda sem nenhuma restrição pois é muito ligado a nós, seu nome Ricardo, um garoto bonito, porém muito timido e calado, fomos busca-lo no aeroporto, trouçemos pra nossa casa e fomos trabalhar.

A noite levamos ele para jantar fora e passear, tudo transcorria na maior tranquilidade, Ricardo já fazendo Faculdade, notamos que agora estava bem mais desinibido, conversamos sobre tudo, inclusive sobre a namorada, disse que tinha acabado, pois estava atrapalhando seus estudos, por esse motivo tinha vindo, que gostava muito dela, mais seu futuro em primeiro lugar, que ela pegava muito no seu pé, e tudo mais, Maria como sempre muito indiscreta perguntou se ele já estava pegando ela, ele disse que sim, pois já namoravam a mais de um ano, então Maria perguntou se não estava com saudades, ele disse que sim mais dava pra controlar, então Maria disse que como ele era bonito e jovem não teria dificuldades de encontrar uma nova garota, a conversa transcorria normalmente, ele iria passar uma semana, aproveitamos e deixamos o carro com ele para ir a onde quizesse.
Bom, na terça pela manhã, acordamos e Maria como sempre em casa se vesti muito a vontade, quando estamos só ela costuma andar só de calcinha, pois moramos em casa, e não tem perigo de alguem ver, eram 07:00h, pensavamos que ele ainda estava dormindo Maria se levantou para fazer o café e abrir o portão para nossa empregada, que já é uma senhora de 50 anos, Maria desceu só de calcinha tipo asa delta sem sutiã, fiquei tomando banho, ela estava no fogão acendendo o fogo para o café, quando viu sem querer seu sobrinho a traz, tinha descido do quarto para tomar agua, tomaram aquele susto, Maria disse que quando ele a viu só de calcinha toda na bunda, e os seios de fora ficou com os olhos grelhados, e estatico, pediu desculpas e subiu correndo para o quarto, quando desci não vi nada, Maria tambem não disse nada, tomei café e fui me arrumar para ir ao escritorio, Maria também, ele ficou no quarto, mais tarde liguei pra ele pra saber se iria a algum lugar, disse que iria visitar um tio mais a noite tava em casa.
A noite quando chegamos em casa ele já estava, a empregada já tinha saido pois mora fora, fomos pro quarto trocar de roupa para Maria aprontar o jantar, já que não iriamos sair, chamei ele para assistirmos TV, enquanto Maria aprontava o jantar, Maria estava com um shortinho de dormir de algodão, bem curtinho entrando na bunda e a blusa que faz parte do pijama bem solta, quase transparente, mostrando os mamilos, mais um pouco e ela nos chamou para jantar, fomos, Maria em pé, nos servindo, notei que ele não tirava os olhos dela, dos seios e da bunda, que digam de passagem são lindos, pois colocou 400ml de silicone, para atiçar, pois notei que ele tava de olho, eu disse ta vendo Ricardo, como tua tia ficou bonita depois da cirurgia plastica, ele disse foi tio, Maria disse não mexe com o Ricardo Carlos, ele é muito timido, Ricardo disse pode deixar tia já sou grandinho e a senhora ficou bonita mesmo, pena que mamãe não fez isso, rimos, Maria disse vai chegar o tempo filho e sua mãe tem outra cabeça, rimos, ele timido mais vez por outra ficava olhando, terminamos o jantar, ele ficou na mesa, acho que excitado, chamei novamente pra sala de Tv mais ele disse que iria já, e ficou com Maria na cozinha, fui pra sala de Tv que dá pra cozinha e vez por outra ficava olhando ele, como Maria estava lavando a louça ficava de costa pra ele e ele não tirava o olho de sua bunda, notei que ele passou a mão no pau, tentando esconder sua excitação, por isso não se levantava, eu só de mal chamei ele novamente que veio tentando disfarçar com a mão na frente mais dava pra ver que estava muito excitado com o pau duro, sentou-se numa poltrona, Maria como não é nada inocente, sei que sabia que ele estava observando-a, quando terminou de lavar a louça, veio na sala de Tv, como já eram quase 10:00h disse que iria subir para tomar banho e se deitar, me deu um beijo e deu um beijo no rosto dele, ficando de frente pra ele mostrando os seios e virou-se saiu devagarinho rebolando a bunda, ele puxou uma almofada e colocou no colo, eu também só de pensar estava ficando excitado, fui pro quarto e disse pra Maria, o Ricardo tava super excitado te vendo assim vi que tava de pau duro, ela disse deixa amor também vi, deve ta com saudades da namorada, deve fazer tempo que não da uma, mais não vou mudar minha rotina por isso, eu disse acho que vai se acabar na punheta pensando em ti, ela riu, fez cara de safada e disse tu acha, e você o que ta sentindo, mostrei meu pau que tava pra lá de duro, então eu disse, termina o banho e vai só de calcinha lá em baixo, faz de conta que vai pegar agua que ele vai te ver da sala, ela disse tu ta é louco, parou mais disse eu vou a respondabilidade é tua, já to ficando com tesão bem molhadinha, eu disse vai amor, vamos colocar pimenta nisso, Maria colocou uma calcinha de renda branca bem pequena e foi, só de calcinha e sandalias, passou na cozinha demorou um pouquinho mostrando a bunda, pegou agua e disse boa noite pra ele que prontamente respondeu, quando chegou no quarto perguntei e ai, ela disse que fez o combinado e ele não tirava os olhos, hora fizemos amor, eu dizendo que ele tava batendo punheta pensando nela, e ela super excitada dizendo será amor, será que ele quer me comer, chupar a titia, será amor que ele tem coragem de comer a titia, eu disse tem, faz de conta que é ele que esta te comendo, Maria dizia come a titia bem gostoso amor, mete na minha xoxotinha, hora rapidamente gozamos, olhamos um pro outro rimos, Maria disse que gostoso amor essa fantasia, então eu disse vamos atiçar ele nessa semana, vamos ver sua reação, se ele estiver com tesão em ti não vai querer sair de casa, Maria disse será amor?, vamos descobir.
Na quarta feira, acordamos por volta das 07:00h, Maria novamente foi fazer o café, com um robi transparente na metada das coxas, me perguntou como estou?, eu disse uma delicia, já to ficando de pau duro, ela desceu, mais um pouco e desci, ele ficou no quarto, fui e chamei ele, ele desceu, nos comprimentou, Maria deu um beijinho nele, sentou-se na mesa, de cabeça baixa, puxamos assunto, ele foi se soltando, Maria fazendo questão de mostrar a bunda pra ele que não tirava os olhos, então eu disse amor vou pro escritorio, você vai, ela disse agora pela manhã não amor, vou ficar um pouco em casa, o rapaz da piscina vem limpa-la e se der vou tomar banho ai perguntei e você Ricardo, ele disse não tenho nada pra fazer, eu disse quer ir pro meu escritorio, ele disse não tio, vou ler um livro e assistir Tv, pisquei o olho pra Maria, então eu disse acho bom você fazer companhia para sua tia, até porque o rapaz da piscina é safado, fica olhando pra ela, e sua tia também gosta de se exibir, Maria disse deixa de ser ruim Carlos, o Ricardo não gosta desse assunto, não fui trabalhar mais não parava de pensar nisso.
A tarde liguei e perguntei como estava, Maria disse que a noite me contaria, então quando cheguei ela me contou que após o rapaz limpar a piscina, sei que o rapaz dar em cima da Maria e ela pra provocar vem sempre  puxar assunto com ele, ela disse que atendeu o rapaz de robi pela primeira vez, e Ricardo perto, disse que subiu pro quarto se rebolando e ficaram os dois de olhos tesos, que quando o rapaz da piscina foi embora chamou o Ricardo para tomar banho e ele concordou, ela colocou um biquini, amarelo, que quando molha mostra os seios e a marca dos cabelinhos da xoxota, acima como delineia a boquinha da xoxota, que tomou bastante banho e vez por outra saia da piscina só pra ele ver, e ele não tirava o olho, depois foi tomar banho de sol, ficou com a bunda pra cima ele de lado quase babando, que ele estava super excitado, que pediu a ele pra passar protetor solar nas suas costas, ele foi passando e tremia, quando chegou na sua bunda, não quis passar, Maria disse passa ai Ricardo para não queimar minha bundinha, que ele tremia, e ela vez por outra rebolava só pra mexer com ele, que olhou de lado e ele tentava disfarçar a ereção que depois ele disse que iria no banheiro do deck e foi, demorou e ela foi devagarinho olhar, chegando pertinho disse que escutou ele batendo punheta e gozando, voltou rapidinho pra cadeira para ele não notar.
Nessa altura eu já tava quase gozando com sua conversa, quis come-la na mesma hora, então pegou no meu pau, alisou, colocou pra fora, começou a me punhetar, me dizendo amor você ta morrendo de tesão com isso, fastou a calcinha e medi na sua xoxota, eu disse to adorando, Maria disse só pensando no Ricardo me comento amor, que gostoso, ele tem o pau lindo, quero chupa-lo, sentar em cima, dar uma surra de buceta nele, você deixa, eu disse gozando, deixo amor, dar pra ele amor, vai, ela disse do amor do muito e gozamos.
Ficamos conversando, Maria disse que não tava mais aguentando, e tava com pena dele, pois estava de acabando na punheta, nem saia mais de casa, eu disse que tava liberada pra fazer o bem pra seu sobrinho Ricardo, então combinei de sairmos a noite pra um barzinho com ele, ela disse que iria falar com ele, nós saimos o quarto Maria só de robi e calcinha toda na bunda, descemos pra ela aprontar um lanche, ele já estava em baixo, no computador, estava no msn com sua ex-namorada, fomos pra cozinha, então eu disse vou lá ver a conversa, quando cheguei tentei ver o que ele esta escrevendo, no inicio ele tentou esconder, eu pedi pra ver, ele meio encabulado me mostrou o que estavam falando, então me mostrou estava escrevendo que não tava aguentando a saudade que estava morto de tesão, que queria fazer amor com ela de todo jeito, olhei pra ele e ri, ele foi se soltando e rindo, então dei a dica, fala pra ela que tá de pau duro, vai punhetar pensando nela, ele disse tio, eu disse mulher gosta disso, então ele escreveu e ela respondeu que tava louca pra dar pra ele, que não aguentava mais, eu disse tava vendo, então ele disse não quero alimentar esperança tio mais não to mais aguentando, eu disse deixa comigo, vou chamar tua tia pra ela ver, ele disse não tio tenho vergonha, eu disse não se preoculpa tua tia é muito safada, ele riu, ficou quieto, chamei Maria e mostramos, ela ficou rindo e disse deixe de serem safados, então eu disse deixa eu escrever, Maria disse não deixa que eu escrevo pois sou mulher, Maria começou a escrever que ela fastasse a calcinha e bolinasse seu clitoris, ela respondeu já estou, Maria disse to aqui pegando no meu pau, nos quietinhos, Maria escreve mete o dedinho na xoxota amor, ela respondeu ai, tá gostoso, quando olhamos um pro outro eu já tava de pau duro e ele também, Maria viu o volume nosso nos shorts, foi pegando no pau dele por cima do short ele olhou pra mim eu fiz gesto aprovando, fui tirando meu pau pra fora, Maria colocou a mão dentro do seu short, eu fui até a Maria por traz da cadeira e passei a pegar nos seus seios, Maria punhetando ele,  colocou o pau pra fora dele, e levantou-se tirou o robi e ficou só de calcinha, mandou ele sentar, ele sentou-se, Maria disse continua escrevendo pra ela diz pra ele que tá se masturbando, e ele disse, ela disse que estava com os dedos na xoxota, então eu meti o dedo na xoxota dela, e ela baixou-se e começou a mamar no pau do Ricardo, ele passou a pegar nos seus seios, fastei sua calcinha por traz pois ela tava de 4 e meti meu pau nela, então ele parou de escrever, Maria continuou punhetando ele, gozei rapidinho vendo isso tudo, Maria não se conteve e sentou no pau dele com a xoxota toda melecada, o Ricardo não aguentou e gozou também, Maria limpou seu pau e mandou ele ir no banheiro se lavar, eu disse vai junto e ela foi, quando cheguei no banheiro Maria tava de joelho lavando seu pau e punhetando, logo ele de pau duro novamente, Maria saiu do chuveiro mandou ele sentar e sentou-se no colo dele, começou a rebolar, dizendo que ele fizesse de conta que era ela, e assim subindo e descendo, dizendo veja como sou apertadinha meu amor, diga que sua tia é uma putona diga, ele disse, então gozei na minha mão, e eles gozaram também.
depois conto o restante. azulcasal@hotmail.com

6 Comentários para “Minha Mulher e seu sobrinho”

  1. carlos Says:
    adorei o conto, parabéns pela esposa putinha que vc tem…abços
  2. lobao Says:
    adorei, tenho 50 anos tbm e uma mulher cheia de fantazias q ainda ñ realizamos, entre em contato comigo, msn o mesmo do email
  3. jrrio Says:
    adorei, qria poder conhecer asua esposa safada.
  4. Valdir Says:
    Olá meu nome é Valdir, lí o seu conto amei e, gostaria de poder está me comunicando com vcs sobre essa cumpricidade conjugal no seu relacionamento que é tão rara entre os casais, acho muito bonito a sinceridade que vcs tem um com o outro de falar sobre seu desejos, tenho muito pra falar sobre oassunto e perguntas a fazer espero que considerem essa mensagem espero manter contato com vcs, um abraço Valdir.
  5. zebergmann Says:
    gostei muito eu tambem quero comer essa boceta meladinha gostosa titia vem me dar esse rabo para o seu marido ficar de pau duro safada
  6. samuca Says:
    super lindo este conto,eu gosto destas fantazias,principalmente quando começa com a seduçaõ isto deixa qualquer pau duro,fui obrigado a bater uma bela punheta,inha mulher,naõ gosta destas coisas,ela naõ sabe o que é bpm,um abraço,se quiserem pode entrar em contato comigo.

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing