Contos Verídicos no Face
Disque Sexo
Disque Sexo
Categorias

Disque sexo

Archive for the ‘Teens’ Category

Segunda Opinião

segunda-feira, abril 14th, 2014

562926 397373040311367 981789273 n Segunda Opinião Envie os contos para: contato@contosveridicos.com.br
Conto enviado por: S.C.
Conto: O primeiro dia de aulas não se esquece quando começa bem, início de semestre, curso de Administração, uma professora despertou meus impulsos sexuais. Chamava-se Melissa, linda, 35 anos, alta, rosto bonito, pernas bem torneadas, sorriso contagiante, linguagem correta, sofisticada, sotaque alemão, um colírio para os meus olhos.

Não preciso dizer que os alunos, do sexo masculino, estavam caídos por ela e que muitas masturbações foram executadas em seu louvor nos WC da Faculdade…!

(mais…)

Fui pedalar e acabei enrabado

segunda-feira, abril 14th, 2014

217331 Fui pedalar e acabei enrabado Envie os contos para: contato@contosveridicos.com.br
Conto enviado por: M.L.
Conto: Meu nome é Marcelo, tenho 29 anos, sou moreno 1,70 de altura e 75Kgs, tenho uma bunda bem carnuda e coxas grossas e não sou afeminado. Eu cheguei em casa após um dia cansativo de trabalho…estava calor e fui tomar banho e me preparar para andar de bicicleta, uso aquelas roupas de lycra para pedalar. Gosto de pedalar a noite, fui até o Parque do Ibirapuera e parei um pouco e fiquei observando. Nisso encostou um senhor, devia ter uns 50 anos, de roupa esportiva, estava caminhando , começou a puxar conversa, muito bom de papo e ficamos uns 20 minutos conversando.

 

(mais…)

A mãe de minha amante, Paulinha

terça-feira, março 11th, 2014

Envie teus contos para: contato@contosveridicos.com.br

A mãe de minha amante, Paulinha
Decidi sair de casa em outubro de 2012. Depois que disse a Mazé que iria romper com nossa relação em (janeiro de 2012), ela mudou muito. Voltou a ser como antes e cortou o umbigo umbilical com seus filhos, inclusive Olívia, mais… Não era mais ela que precisava mudar e sim, eu!
Engraçado que ao sair de casa, senti (e ainda sinto) um enorme vazio e cheio de incertezas até hoje. Muitos dos que conviviam entre nós ainda não sabem de nossa separação.

 

(mais…)

A PRIMA DE MINHA MULHER

terça-feira, fevereiro 11th, 2014

Conto enviado por: A.S.

Envie teus contos para: contato@contosveridicos.com.br

Sou Anthony, negro simpático, 50 anos, 175 m, 88 kg, bem distribuídos e muito tesão para partilhar. Eu não escrevo contos, eu transcrevo minhas experiências. O que relato aqui aconteceu realmente, local e nome das pessoas foram trocados por motivos óbvios de discrição e sigilo.

 

(mais…)

Os tipos de sexo

segunda-feira, janeiro 13th, 2014

Envie teus contos para: contato@contosveridicos.com.br

Sexo é tudo igual? Que nada! Conheça os tipos de sexo que você deve experimentar.
Depende do local, do seu humor e até mesmo do grau de intimidade com seu parceiro. Mas sexo pode se apresentar em diversos estilos, modalidades e intensidades. Você já praticou todos os tipos? Vamos conhecer alguns.

1. De reconciliação: Todo mundo fala que o melhor sexo é logo após uma briga, com muita adrenalina fluindo. Mas cuidado para não transformar DRs em alavancas para uma boa transa. Descarregue sua raiva com um belo orgasmo e perdoe o gato (ou a si mesma!) pela discussão! Aproveite para extravasar toda a tensão em altos momentos de puro sexo!

 

(mais…)

TIRANDO O CABAÇO DO CUZINHO DA MINHA NAMORADA

sexta-feira, dezembro 13th, 2013

Conto enviado por: W.R.

OLA PESSOAL !
MEU NOME E WEVERTON E TENHO 21 ANOS . E SOU MILITAR.(TARADO)

NESTA ULTIMA SEGUNDA FEIRA ESTAVA EM CASA DEPOIS DE UM EXPEDIENTE CHEIO DE TORMENTAS NO SERVIÇO, FOI ENTÃO QUE MINHA NAMORADA CHEGOU E COMEÇAMOS A TROCA CARICIAS.

NÃO DEU OUTRA MEU IRMÃO!
COMECEI A TIRA A ROUPA DELA, ARRANQUEI A BLUSA E LOGO FUI DANDO UM BANHO DE LINGUA NELA icon wink TIRANDO O CABAÇO DO CUZINHO DA MINHA NAMORADA , TIREI AS CALÇAS DELA E QUANDO TOQUEI NA CALCINHA DELA, NOSSA SENHORA QUI DELICIA ELA JA ESTAVA TODA MOLHADINHA LOUCA PRA ME DA.

 

(mais…)

Caminhoneiros machistas ao extremo

quarta-feira, novembro 27th, 2013

Me chamo Bruno, tenho 24 anos. Moro com meu pai, Ivan, 48 anos, moreno claro, 1,89m, olhos verdes, cabelos escuros com alguns fios grisalhos, um coroa conservado, devido ao fato de ser caminhoneiro, e pelos por todo o corpo. Quando eu tinha 3 anos, minha mãe nos deixou e foi embora, e papai me criou sozinho. O tempo passou e quando eu estava com catorze anos, papai decidiu que mudaríamos para a cidade de Cubatão, já que ele trabalhava para uma empresa que transportava cargas para uma usina daquela cidade. Nessa nova cidade, eu não conseguia me adaptar nem me enturmar com as crianças da minha idade.

 

(mais…)

Uma linda adolescente

segunda-feira, novembro 25th, 2013

O que vou narrar é extenso como sempre, mas, vamos a mais um fato.

Um dia estava chegando ao prédio, estacionei o carro, quando ouvi um choro, achei que fosse alguma criança que tinha se machucado e fui procurar, não era uma criança e sim uma adolescente filha de um morador do prédio, eu não a conhecia direito, mas já tinha falado com ela algumas vezes, ela estava na escada, sentei-me junto dela passei o braço por cima puxei o seu rosto, enxuguei suas lagrimas e perguntei?

 

(mais…)

De primeira na casa da amiga

domingo, novembro 24th, 2013

Na época tinha só treze anos, já tinha feito boquete pra alguns garotos, já tinha até chupado boceta, mas sexo de verdade mesmo eu nunca tinha feito. E não via a hora de poder fazer logo, via sexo na internet todo dia, e ficava louca pra fazer logo mas com medo da dor que ia sentir e de alguem descobrir também nunca tinha feito.
Eu morava em uma cidade pequena do interior do Tocantins, e minha mãe era muito ciumenta, nunca deixava eu sair de casa. O unico lugar que eu ia pra me divertir era na casa de uma amiga minha a Emma.

 

(mais…)

Hidratando a pele

sexta-feira, outubro 18th, 2013

Sai do banho. Nua. Em gotas d’água na pele. Banhara com sabonete íntimo e está relaxada, perfumada; sente-se bem. Uma sensação de frescor de cútis de menina a envolve. O olhar busca a cama no centro do quarto. Caminha descalça até lá. Delicadamente. Sem pressa. Nas mãos, um óleo hidratante.

Ergue a perna direita, posiciona a ponta do pé na cama e com o líquido perfumado na palma da mão esquerda inicia o processo de carinho na pele. Olha o pé. Delicado. Suave, como a ternura de um amante, a sola recebe um carinho especial. Massageia. Como se quisesse tirar as dores da alma e do corpo após um dia de trabalho. Os dedos quase se veem beijados pelas mãos dela. Um a um os pés sentem-se amados. Visualiza a panturrilha.

(mais…)

Comendo a namorada na escola

segunda-feira, setembro 16th, 2013

Conto enviado por: G.A.

Meu nome é gabriel tenho 11 anos ( não sou apenas um “punheteiro”) , tenho um pau grande para minha idade de 7 cm  tenho 1,45 , sou bronzeado e vamos ao conto:
Na minha escola tenho uma namorada chamada Alice ela tem pequenos seios ainda se formando cabelos longos e negros, mais ou menos 1,38 e uma bunda durinha e arrebitada: um dia estavamos conversando no whatsapp e eu perguntei pra ela:
-posso te beijar amanha?-ela é mt timida e ainda não tinha beijado ela antes
então ela respondeu com um smile de envergonhada:

 

(mais…)

Uma semana na praia – Parte 01

sexta-feira, agosto 23rd, 2013

Conto enviado por: P.L.

Fazia um tempinho que não escrevia sobre alguma aventura minha (rs). Meu nome é Priscila e tenho 22 anos, sou baixinha com 1,66m de altura e meus 52 kilos (gorda!!!). Se alguém nunca leu meu conto procure por pri87 que irá encontrar alguns.
Meu tio, aquele com quem já tenho uma historia (rs), convidou meus pais para passar uma semana na casa de praia mas por algum motivo minha prima não foi então eu ia ficar sozinha lá mas eu sempre encontrava gente conhecida então nem me preocupei. Logo no primeiro dia, de manhã, já encontrei uma amiga na praia e ela me disse que ia ter um churrasco, então ficou combinado que ela ia passar em casa pra me buscar umas 5h da tarde!

 

(mais…)

Carona Rapidinha

domingo, agosto 11th, 2013

Conto enviado por: R.C.

Final de expediente e eu já planejava comer Rosa, a faxineira, que veio com uma calça deliciosamente provocante e fez questão de passar diversas vezes rebolando em minha frente. Tentei agarrá-la na cozinha, mas o ambiente ficou muito cheio o dia todo. Só de pensar naquela bocetinha meu pau já quase rasgava a calça.

Sabia o caminho que faria até o metrô, logo, a segui por algumas quadras para afastar o risco de encontrar algum outro colega de trabalho.

 

(mais…)

Que feriado

quinta-feira, julho 11th, 2013

Conto enviado por: Corno de Perdizes

Meu nome é Marco Antonio e o que tenho a narrar ocorreu comigo e com minha ex esposa, Renata, uma loirinha muito linda e gostosa, com quem fui casado por 6 anos. Na época do ocorrido morávamos em Porto Alegre e tínhamos, eu 33 anos e ela seus 29 anos.

Eu, desde que me entendo por gente, sou bissexual e jamais escondi essa minha opção de ninguém. Renata sabia e tirava bom proveito. Ela me fez o corno mais feliz entre todos os cornos. Desde a fase de namoro que ela foi liberada por mim para ficar com o homem que bem desejasse, desde que com discrição, pois a 20 anos atrás, os casais liberais eram mau vistos e falados, mesmo nas rodas de amigos.

 

(mais…)

Coroa gostosa

sábado, julho 6th, 2013

Conto enviado por: R.F.

Eu tinha acabado de deixar meu emprego onde trabalhei por muito tempo, um amigo me arrumou um serviço de meio período, assim poderia pagar o aluguel na pensão,  e também procurar um novo emprego. Eu trabalhava num jornalzinho do interior, das 12 as 18 hs, não ganhava muito, mas podia pagar as contas.
A dona da pensão, dona Rita, era uma mulher daquelas que era meio rude pra falar com as pessoas, mas comigo ela era legal, sempre dizia que eu era o melhor pensionista. Um dia ela tinha pedido para que eu levasse um recado a sua filha mais velha, Lurdes, que morava em outro bairro. Lurdes uma morena de mais ou menos 40 anos, bonita, um pouco acima do peso uns 60 quilos, mas um corpo bonito, era mulher de um porteiro, trabalhava na madrugada e só chegava quando as pessoas saem para trabalhar.

 

(mais…)