Contos Verídicos no Face
Disque Sexo
Disque Sexo
Categorias

Visitando a obra e sendo fudida em família

Disque sexo

Conto enviado por: J.S.

Quando Bruna se casou com Hélio, ela tinha vinte e dois anos, trabalhava em uma Agência bancária.
Bruna sempre teve um corpão bem malhado, cintura fina e bunda grande uma branquinha e deliciosa.
Hélio gostava de exibir bruna pros amigos, desde quando eles namoravam, ele gostava de vê-la de minissaia, ele dizia que ela ficava bem de minissaia, porque ela tinha as pernas grosas, bruna já era safadinha e ele a incentivada, quando ela não estava de minissaia, ela colocava shortinhos bem curtinhos, que ficava com a polpa da bunda pra fora. Hélio sentia a maior excitação, quando seus amigos paquerava Bruna na sua frente.

 

 

Quando isso acontecia, Hélio queria logo ir pra casa, pra dar uma trepada bem gostosa com ela. Quando começaram a construir sua casa, Hélio gostava de levar Bruna lá na construção, ele pedia para ela colocar um shortinho bem curtinho, só pra ver os pedreiros ficarem babando, com sua bunda aparecendo fora do shortinho, um dia, enquanto Hélio estava do outro lado da casa com o mestre de obra o senhor José, Bruna ficou sozinha na outra parte da casa, com o irmão do senhor José um pedreiro chamado Juliano, que se aproximou dela e pediu pra dar um beijo em sua bunda, Bruna olhou pra ele e vi que ele estava com o cacete duro, usando sua safadeza virou de costa pra ele e deu uma abaixadinha no corpo, deixando ainda mais a bunda de fora, ele abaixou e deram dois beijos em sua bunda, seus dois filhos que eram seus ajudantes na obra também pediram pra beijar sua bunda, Juliano Filho abriu o zíper do short de Bruna e puxou seu shortinho até o pé, lhe deixando só de blusa, eles colocaram Bruna em cima de uma mesa, enquanto o Juliano chupava sua xaninha, Juliano Filho passava a mão em suas pernas e Joca enfiava o dedo no cu, até que Juliano Filho tirou o cacete pra fora e Bruna vendo o tamanho do seu cacete ficou admirada e começou a chupa-lo, Joca seu irmão também colocou seu cacete para fora e Bruna viu outro cacetão e disse:
-Vou ser fundida por três negrões roludos.
Joca começou a socar sua buceta, enquanto Juliano queria fuder seu cu.
Bruna chupava o cacete de Juliano Filho e pediu para Joca se deitar no banco.
Joca se deitou no banco e Bruna em cima dele pedindo para fuder seu cu.
Então ela chupava o cacete de um, outro estava com o cacete na sua buceta e outro enviava seu cacete no cu dela.
Nesta hora ela estava com os três cacetes de uma vez.
Bruna gemia de prazer.
HUUUUMMMM, HUUUUUMMM, QUE CACETES GOSTOSOS…
ME FODE MEUS NEGRÕES FILHO DA PUTA.
FODE SUA PATROA PUTINHA.
ESTOU LOUCA DE EXCITAÇÃO POR CACETE GRANDE…
Ai amores!
Fode-meeeeeeeeeee!
Dá-me esses caralhos todos!
Isso… Espeta-me todinha.
Quero senti suas porras no meu corpo todinho…
Ooooohhhhh… Que boooommmmm!
Aquela brincadeira estava tão gostosa, que Bruna não queria parar mais, quando dois deles já tinham gozado, chegou seu marido Hélio e o mestre de obra o senhor José, rapidamente eles foram tirando as roupas e continuaram a festa, seu marido Hélio mandou o José comer o cu de Bruna, enquanto ele comia sua buceta, quando estavam todos desmaiados de prazer, caídos pelo chão, Bruna se levanta e não parava de escorrer porra pelas suas pernas, seu marido Hélio falou:
– Vamos embora amorzinho hoje com nós, vamos trepar a noite inteira, depois de ver você sendo enrabada por estes homens minha excitação esta saindo pela boca.

1 Comentário para “Visitando a obra e sendo fudida em família”

  1. Mirella Says:
    Quando o desejo fala mais alto deve aproveitar mais tomando os devidos cuidados e respeitos meninos …

Deixe Um Comentário

WP-SpamFree by Pole Position Marketing